«Hospital de Évora também é um festim para os prestadores de serviços»

por Teresa Mendes | 03.01.2019

SIM volta a denunciar valores gastos na contratação de tarefeiros
Após ter denunciado que, em 2018, os hospitais de Portalegre e Elvas gastaram mais de 5 milhões de euros em tarefeiros, o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) revela agora que o Hospital do Espírito Santo de Évora também gastou quase 2 milhões de euros (1.701.241,14) na contratação externa de serviços médicos.

«O Hospital de Évora também é um festim para os prestadores de serviços», alerta o SIM num comunicado, revelando que «o valor gasto permitiria contratar 35 médicos especialistas, integrados na carreira médica» e que «um dos contratos, celebrado com uma empresa de prestação de serviços, apresenta um valor superior a meio milhão de euros».

O sindicato exige «a melhoria das condições de trabalho, incluindo remuneratórias, dos médicos do quadro do Serviço Nacional de Saúde (SNS)», considerando que só assim a população do Alentejo pode ter cuidados de saúde de qualidade, «recusando o estatuto de portugueses de segunda».

«O Hospital de Évora também é um festim para os prestadores de serviços», alerta o SIM num comunicado, revelando que «o valor gasto permitiria contratar 35 médicos especialistas, integrados na carreira médica»

Segundo o SIM, «o Governo, os conselhos de administração e os responsáveis da ARS continuam a gastar quantias exorbitantes para a contratação de empresas de prestadores de serviços na tentativa de colmatarem as falhas por eles criadas e de enganarem a população que tanto tem sido desprezada».

Os valores gastos com a contratação externa serviços médicos do Hospital do Espírito Santo de Évora estão disponíveis para consulta aqui  

19tm01g
03 de Janeiro de 2019
1901Pub5f18tm01g

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Pneumonia: Mais de 50% dos doentes de risco não são aconselhados a vacinar-...

A pneumonia mata, em média, 23 pessoas por dia nos hospitais portugueses, mais do dobro da média eur...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Ministério da Saúde pede sindicância à Ordem dos Enfermeiros

A ministra da Saúde, Marta Temido, pediu à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) para realiz...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 «Suspeição intolerável» 

 A ministra da Saúde, Marta Temido, considera uma «suspeição intolerável» do bastonário da Ordem dos...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 SESARAM continua a não registar assiduidade dos seus trabalhadores

Uma auditoria do Tribunal de Contas (TC) revelou, esta terça-feira, que o Serviço de Saúde da Região...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Encontro internacional debate futuro do envelhecimento<br />  

A Academia Nacional de Medicina de Portugal (ANMP), o Science Advice for Policy by European Academie...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Manifesto da EFPIA reforça os benefícios das vacinas

«Construir uma Europa mais Saudável» é o título do manifesto criado pela Vaccines Europe, o grupo es...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.