Enfermeiros só têm de responder hierarquicamente a outros enfermeiros

por Teresa Mendes | 09.01.2019

Ordem dos Enfermeiros toma posição pública sobre situação nas USF 
Numa tomada de posição pública, a Ordem dos Enfermeiros (OE) defende que «a relação de subordinação hierárquica e funcional nas unidades de saúde familiar (USF) só existe entre enfermeiros e não em relação a qualquer outro grupo profissional». 

Em causa estão, de acordo com uma nota publicada esta terça-feira no site do organismo, «os inúmeros pedidos de esclarecimento sobre os procedimentos de gestão de recursos humanos que têm vindo a ser adotados, em particular nas USF» que colocam em causa «a autonomia e independência técnica e funcional da profissão de enfermagem».

No comunicado, a OE esclarece que «é da exclusiva competência das direções de enfermagem elaborar e publicitar a regulamentação interna relativa a todas as matérias que respeitem à gestão e ao desenvolvimento dos enfermeiros e da sua atividade profissional, bem como é da exclusiva competência dos enfermeiros a gestão dos cuidados de enfermagem, a organização do trabalho e a afetação dos recursos em cada uma das unidades funcionais que compõem os Agrupamentos de Centros de Saúde».

Numa tomada de posição pública, a Ordem dos Enfermeiros (OE) defende que «a relação de subordinação hierárquica e funcional nas unidades de saúde familiar (USF) só existe entre enfermeiros e não em relação a qualquer outro grupo profissional» 

O comunicado prossegue dizendo que «é também da exclusiva competência de enfermeiros a avaliação de desempenho destes profissionais, sublinhando-se que a relação de subordinação hierárquica e funcional só existe entre enfermeiros e não em relação a qualquer outro grupo profissional».

Como tal, conclui o documento, «as funções de direção e chefia são asseguradas por enfermeiros-supervisores ou enfermeiros-chefes, sendo que na ausência destes apenas podem assegurar tais funções enfermeiros especialistas a quem tenha sido atribuída pela OE a Competência Acrescida Avançada em Gestão».

Consulte o documento na íntegra aqui

19tm02j
09 de Janeiro de 2019
1902Pub4f18tm02j

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Economista Márcia Roque é a nova presidente da ACSS

O Conselho de Ministros (CM) desta quinta-feira nomeou a economista Márcia Roque para presidente do...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

 Portugal tem o maior rácio de médicos de MGF por habitante da UE

Portugal é o país da União Europeia (UE) com a maior taxa de especialistas de Medicina Geral e Famil...

18.01.2019

CHUC lança projeto «H2 – Humanizar o Hospital»

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) lança, no próximo dia 24, o projeto «H2 - Huma...

por Teresa Mendes | 18.01.2019

Daniel Ferro substitui Carlos Martins à frente do CHULN

Daniel Ferro, atual presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, vai substitu...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Centro Hospitalar do Oeste está «refém de prestadores de serviço»

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) é a terceira unidade de saúde do país com maior volume de horas c...

por Teresa Mendes | 17.01.2019

Cancro digestivo mata uma pessoa a cada hora em Portugal

O cancro digestivo mata uma pessoa por hora em Portugal, uma doença que tem vindo a aumentar nos últ...

por Teresa Mendes | 16.01.2019

Governo quer melhorar os Serviços de Urgência

O Governo criou um grupo de trabalho para estudar os diferentes modelos organizativos no funcionamen...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.