Governo decreta requisição civil de enfermeiros

por Teresa Mendes | foto de "DR" https://www.portugal.gov.pt | 08.02.2019

Em quatro dos oito centros hospitalares 
Já está em vigor a requisição civil dos enfermeiros em quatro centro hospitalares do país, uma decisão tomada esta quinta-feira na reunião do Conselho de Ministros (CM) e que decorre do incumprimento da prestação de serviços mínimos reportado em diversos hospitais.

Na conferência de imprensa após o CM, a ministra da Saúde, Marta Temido, referiu que face às situações de «doentes cujas cirurgias foram canceladas nos últimos dias», ainda que os respetivos hospitais estivessem abrangidos pelos serviços mínimos, o Governo «não teve outra opção».

«Importa deixar uma mensagem muito clara sobre o respeito do Governo por aquilo que é o direito à greve» disse a ministra, acrescentando, porém, que a forma como alguns enfermeiros estão a exercer este direito «poderá ser excessivamente gravosa e desequilibrada».

«Nós temos, de facto, um conjunto de casos que correspondem a situações de pessoas que tem um rosto e um problema de saúde, que estavam abrangidos pelos serviços mínimos e que não foram respeitados», reforçou Marta Temido 

Marta Temido relembrou que incumbe ao Governo defender, «em primeira linha», «o direito de proteção na saúde».

«Nós temos, de facto, um conjunto de casos que correspondem a situações de pessoas que tem um rosto e um problema de saúde, que estavam abrangidos pelos serviços mínimos e que não foram respeitados», reforçou.

Nesse mesmo dia, foi publicada a Resolução do CM no Diário da República, bem como a Portaria com a definição dos termos da requisição civil.

A Portaria requisita os enfermeiros que exerçam funções no Centro Hospitalar e Universitário de S. João, no Centro Hospitalar e Universitário do Porto, no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga e no Centro Hospitalar de Tondela-Viseu. 

19tm06q
08 de Fevereiro de 2019
1906Pub6f19tm06q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Manifesto da EFPIA reforça os benefícios das vacinas

«Construir uma Europa mais Saudável» é o título do manifesto criado pela Vaccines Europe, o grupo es...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

SIM pondera convocar greve dos médicos do Instituto Nacional de Medicina Le...

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) pondera o «endurecimento das formas de luta», nomeadament...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

APDIP reclama estatuto de doença crónica para as imunodeficiências primária...

Na semana mundial dedicada às imunodeficiências Primárias, que se assinala de 22 a 29 de abril, a As...

por Teresa Mendes | 22.04.2019

Instituto de Medicina Legal passa a realizar autópsias aos fins-de-semana e...

O Conselho de Ministros (CM) aprovou nesta quinta-feira a proposta de lei que permite ao Instituto N...

por Teresa Mendes | 22.04.2019

Fisioterapeutas contra regulamento do Acto Médico

A Associação Portuguesa de Fisioterapeutas (Apfisio) está contra o projeto de regulamento do Acto Mé...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Encontro internacional debate futuro do envelhecimento<br />  

A Academia Nacional de Medicina de Portugal (ANMP), o Science Advice for Policy by European Academie...

por Teresa Mendes | 18.04.2019

Médicos, sindicatos e associações de doentes vão fazer périplo pelo SNS

 O Fórum Médico, plataforma que reúne todas as associações e estruturas médicas, decidiu avançar com...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.