Médicos já podem passar receitas através do telemóvel 

por Teresa Mendes | 21.02.2019

Aplicação PEM Móvel foi lançada durante o VI Fórum da ENESIS 2020 
Os médicos já podem passar receitas através do telemóvel, sem usar computador com leitor de cartões para o Cartão do Cidadão ou Cartão da Ordem dos Médicos.

A PEM Móvel – Aplicação de Prescrição Eletrónica Médica foi lançada esta quarta-feira durante o VI Fórum da ENESIS 2020 – Estratégia Nacional Para o Ecossistema da Saúde, sob a coordenação e supervisão da SPMS, em Lisboa.

O presidente dos SPMS, Henrique Martins, explicou à agência Lusa que esta nova funcionalidade será especialmente útil nos casos de consultas ao domicílio ou quando o médico se encontra longe do doente.

Em termos de segurança, a SPMS garante, num comunicado, que a nova aplicação «disponibiliza um mecanismo mais flexível de autenticação e de assinatura digital, incrementando maior segurança da prescrição eletrónica de medicamentos, garantindo a autenticidade e o não repúdio da prescrição, através do uso da Chave Móvel Digital (CMD), como meio de autenticação forte e assinatura digital». 

No final do processo de emissão de receitas, e através do telemóvel, o médico envia a receita médica, por SMS e/ou e-mail, para o utente.

A SPMS informa ainda que para conseguir aceder à aplicação, o médico deve ativar a sua Chave Móvel Digital e assinatura digital por Chave Móvel Digital, ao balcão do Instituto dos Registos e Notariado (IRN), ou através do sítio da Agência para a Modernização Administrativa (AMA), e pedir o registo na aplicação, com o preenchimento do questionário disponível em pem.spms.min-saude.pt

Os médicos já podem passar receitas através do telemóvel, sem usar computador com leitor de cartões para o Cartão do Cidadão ou Cartão da Ordem dos Médicos

Depois de descarregar a aplicação das lojas específicas para o dispositivo (Android e/ou iOS), deverá ativar a Prescrição Eletrónica Médica, com o objetivo de associar o dispositivo móvel ao médico prescritor, para efeitos de identificação digital (eID).

Em 2018, foram prescritas mais de meio milhão de receitas manuais ao domicílio (556 287), nos modelos de receita A5 em papel. No setor privado, o número total aproximou-se dos três milhões (2 996 549) e ao domicílio ultrapassou o meio milhão de receitas manuais em A5.

19tm08n
21 de Fevereiro de 2019
1908Pub5f19tm08n

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.08.2019

Equipas  realizaram 1011 visitas ao domicílio e avaliaram 154 doentes

Desde que entraram em funcionamento, a 3 de junho, as equipas de hospitalização domiciliária das Uni...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

Comissão Europeia lança apelo para encontrar especialistas na área de eHeal...

A Comissão Europeia (CE) lançou um apelo à manifestação de interesse no domínio da Saúde, com o obje...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

 Médicos têm nova norma sobre diagnóstico e prevenção da carência de vitami...

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Ordem dos Médicos (OM) elaboraram uma nova norma sobre as boas p...

17.08.2019

 Detectados 54 casos de mutilação genital feminina nos primeiros seis meses...

De janeiro a junho deste ano foram detetados 54 casos de mutilação genital feminina, quase tantos co...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

«Morte cerebral e estado vegetativo persistente: Conceitos inconfundíveis»

No próximo dia 27 de setembro, pelas 18h30, na sede do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médic...

por Teresa Mendes | 15.08.2019

Dia da FMUL é assinalado no próximo dia 16 de setembro

No próximo dia 16 de setembro, a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL) comemora o 7...

por Teresa Mendes | 13.08.2019

 Cerca de 1200 médicos podem ficar sem acesso à especialidade este ano

 A Associação de Médicos pela Formação Especializada (AMPFE) estima que este ano, o número de médico...

por Teresa Mendes | 13.08.2019

 Dívida dos hospitais aos laboratórios em rota ascendente

 A dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) à indústria farmacêutica prossegue a sua...

por Teresa Mendes | 12.08.2019

Francisco Ramos propõe cortes nas deduções fiscais para financiar o SNS

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde propõe a redução das deduções no IRS como forma de financi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.