ADSE terá tabela com preços fechados «dentro de pouco tempo»

28.02.2019

Será criado um sistema de combate à fraude 
Numa audição na Comissão Parlamentar de Saúde, a presidente da ADSE garantiu que está a preparar novas tabelas com preços «justos e equitativos» para apresentar «dentro de muito pouco tempo» aos prestadores privados.
Outra das novidades é que ainda em 2019 haverá um sistema de combate à fraude, para evitar «comportamentos desviantes».

«O conselho diretivo considera que o caminho para o futuro deve ser diferente e, por isso, estamos a preparar novas tabelas em que seja atribuído um preço justo e equitativo para todos os atos», afirmou Sofia Portela na audição desta quarta-feira, pedida pelo BE, CDS e PSD para discutir o diferendo entre o instituto que gere o sistema de assistência na doença da função pública e os principais grupos privados de saúde.

«A nossa expectativa é, dentro de muito pouco tempo, podermos apresentar uma tabela com preços fechados. E com preços fechados a regra das regularizações deixa de fazer sentido, cai», reforçou a responsável, acrescentando que a discussão dos preços é um «processo contínuo» em que é preciso um diálogo permanente entre as partes.

A presidente da ADSE recordou aos deputados que a tentativa de acabar com os preços abertos é um caminho que já se está a fazer «há mais de dois anos» e que permitiu fixar limites em alguns medicamentos neoplásicos, exames de gastro e num conjunto de procedimentos cirúrgicos mais frequentes.

Numa audição na Comissão Parlamentar de Saúde, a presidente da ADSE garantiu que está a preparar novas tabelas com preços «justos e equitativos» para apresentar «dentro de muito pouco tempo» aos prestadores privados 

Recorde-se que o diferendo com os grupos privados surgiu após de, em dezembro, a ADSE ter concluído que em 2015 e em 2016 um conjunto de prestadores de saúde com os quais tem convenções faturou 38 milhões de euros a mais, exigindo a devolução destes montantes.

De acordo com Sofia Portela, foram notificadas 81 entidades e está a decorrer a fase de contraditório, acrescentando que o valor em causa poderá ser menor — dependendo das justificações apresentadas pelos prestadores.

A presidente da ADSE revelou igualmente as medidas que estão a ser tomadas para «evitar comportamentos desviantes».

 «A ADSE adjudicou um processo de business intelligence e vai avançar este ano para um processo de controlo de fraude», adiantou, esclarecendo que se trata de ter mecanismos que permitam avaliar comportamentos desviantes, situações de abuso ou de desperdício e atuar.
 
19tm09p
28 de Fevereiro de 2019
1909Pub5f19tm09p


Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Carlos Mesquita | 10.07.2019

 20 anos do ATLS em Portugal

Artigo de Carlos Mesquita<br /> <br /> Os evidentes progressos das quatro últimas décadas em Portu...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

 Abertas as candidaturas para a conferência «SNS no Feminino»

A Associação Portuguesa Para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH) está a organizar a conferência «SNS...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

SCML inaugura Unidade de medicina dentária pediátrica gratuita

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) inaugurou esta terça-feira, o Serviço Odontopediátrico...

21.08.2019

Ministra da Saúde defende reorganização das maternidades no país

 A ministra da Saúde defendeu, esta terça-feira, uma reorganização das maternidades do País, reconhe...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Governo autoriza 22,5 milhões para a nova ala pediátrica

Uma Portaria publicada esta segunda-feira no Diário da República autoriza o Hospital de São João a «...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Celebrados os 40 anos do SNS 

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi criado há 40 anos, tornando o acesso a cuidados de saúde «gera...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

 Descoberto novo mecanismo na pele sensível à dor

Investigadores do Karolinska Institutet, Suécia, descobriram um novo mecanismo sensorial na pele cap...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

IFDC 2019 decorre de 15 a 18 de outubro, em Lisboa

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), através do seu Departamento de Alimentaçã...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

Comissão Europeia lança apelo para encontrar especialistas na área de eHeal...

A Comissão Europeia (CE) lançou um apelo à manifestação de interesse no domínio da Saúde, com o obje...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.