A multimorbilidade afeta mais de um terço da população portuguesa

06.03.2019

Hipertensão é a patologia mais comum 
A multimorbilidade afeta mais de um terço dos portugueses, com maior frequência na população feminina, idosos, e com menor qualificação académica, segundo um estudo publicado na Acta Médica, revista científica da Ordem dos Médicos, da autoria de vários investigadores do Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

«Os nossos resultados são especialmente importantes para a forma como a assistência à saúde é organizada e fornecida», uma vez que estes doentes têm necessidades de saúde acrescidas, o que representa um ónus elevados para os cuidados de saúde, concluem os investigadores que assinam o estudo «Multimorbidity in Portugal: Results from The First National Health Examination Survey», disponível para consulta.

A investigação detetou uma prevalência de 38,3% de portugueses com idades entre os 25 e 74 anos que têm duas ou mais doenças crónicas, uma «magnitude assinalável» segundo os autores, sendo que 28% têm mesmo três ou mais doenças deste tipo.

A multimorbilidade afeta mais de um terço dos portugueses, com maior frequência na população feminina, idosos, e com menor qualificação académica, segundo um estudo publicado na Acta Médica, revista científica da Ordem dos Médicos

No sexo feminino a prevalência da multimorbilidade sobe para os 43,4%, descendo para os 32,7% nos homens.

Para ambos os sexos, a patologia mais comum é a hipertensão (25,1% nos homens e 26,1% nas mulheres), seguida da hipercolesterolemia (23,7% e 25,7%). Em terceiro lugar surge a artrose (20,6%) nas mulheres e as alergias (11,4%) nos homens.

A tendência, segundo os especialistas, é que o número de portugueses com várias doenças crónicas aumente mais nos próximos anos com o envelhecimento previsível da população.

19tm10j
06 de Março de 2019
1910Pub4f19tm10j

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 22.08.2019

3.ª edição do workshop «O doente no centro da imunoterapia»

 A MSD realiza, no próximo dia 12 de outubro, na Sala Tejo do Altice Arena, em Lisboa, a 3.ª edição...

por Teresa Mendes | 22.08.2019

«A Idade do Amanhã – Desafios Éticos da Longevidade»

«A Idade do Amanhã – Desafios Éticos da Longevidade» O Conselho Nacional de Ética para as Ciências d...

por Teresa Mendes | 22.08.2019

 USF Extramuros inaugurada

Foi inaugurada, esta quinta-feira, a Unidade de Saúde Familiar (USF) Extramuros, em S. João da Talha...

por Teresa Mendes | 22.08.2019

Criação da Ordem dos Fisioterapeutas promulgada pelo Presidente da Repúblic...

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou a criação da Ordem dos Fisioterapeutas...

21.08.2019

Ministra da Saúde defende reorganização das maternidades no país

 A ministra da Saúde defendeu, esta terça-feira, uma reorganização das maternidades do País, reconhe...

por Carlos Mesquita | 10.07.2019

 20 anos do ATLS em Portugal

Artigo de Carlos Mesquita<br /> <br /> Os evidentes progressos das quatro últimas décadas em Portu...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Governo autoriza 22,5 milhões para a nova ala pediátrica

Uma Portaria publicada esta segunda-feira no Diário da República autoriza o Hospital de São João a «...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.