Ministra da Saúde apela a jovens médicos que permaneçam no SNS 

12.03.2019

Desafio lançado na inauguração do novo centro de saúde de Odivelas 
 A ministra da Saúde, Marta Temido, apelou aos 400 jovens médicos que irão a exame este ano para permanecerem no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e exercerem a sua especialidade nos hospitais públicos.

«O desafio que aqui deixamos é para todos eles, para permanecerem no SNS e para trabalharem para os utentes do SNS», salientou esta segunda-feira a governante durante a inauguração do novo centro de saúde de Odivelas.

Na ocasião, Marta Temido garantiu ainda que o Governo não desiste de atrair para o SNS, «para estas áreas, mais médicos de medicina geral e familiar, para além dos mais de 1300» já captados ao longo da legislatura.

Na opinião da ministra, o «reforço dos cuidados» faz-se «pelo desafio da construção de novos hospitais», mas «sobretudo por unidades do tipo desta, pelos cuidados de proximidade, por maior funcionalidade, melhor eficiência e melhor qualidade».

«Não se distraiam aqueles que pensam que tudo começa e acaba nos hospitais, aqueles que só visitam hospitais», observou.

«É por isso que o programa deste Governo apontou e afirmou muito claramente a aposta nos cuidados de saúde primários, e na modernização» destes cuidados de saúde, disse Marta Temido.

Na opinião de Marta Temido, o «reforço dos cuidados» faz-se «pelo desafio da construção de novos hospitais», mas «sobretudo pelos cuidados de proximidade»

Esta aposta vê-se "quer ao nível de instalações", como a que foi hoje inaugurada, "quer em termos de organização", frisou, acrescentando que «é por isso que estamos prestes a concluir a instalação de 100 novas unidades de saúde familiar».

Também presente na inauguração, o primeiro-ministro recordou que, já quando foi eleito vereador na Câmara Municipal de Loures, em 1993, já este edifício era uma necessidade.

«Bem sei que é um privilégio terem reservado para mim a honra de o vir agora inaugurar, mas não era preciso tanto», afirmou António Costa na inauguração. 

19tm11g
12 de Março de 2019
1911Pub3f19tm11g

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

21.05.2019

Há mais 60 mil portugueses sem médico de família desde o início de 2019

Desde o início deste ano que aumentou o número de portugueses sem médico de família. No final de 201...

21.05.2019

APMGF defende criação de mais 30 USF por ano

Criar mais 30 unidades de saúde familiar (USF) por ano em Portugal é uma das medidas do Projeto-Beta...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

«NBM in Ambulatory Surgery»  em destaque  no 13.º Congresso Internacional d...

O Centro de Congressos da Alfândega do Porto vai receber, entre os dias 27 e 29 de maio, o 13.º Cong...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

1.º Barómetro da Adoção da Telessaúde e de Inteligência Artificial

Os resultados da primeira edição do Barómetro da Adoção da Telessaúde e de Inteligência Artificial,...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Executivo abre 1129 vagas para as áreas de MGF, hospitalar e de Saúde Públ...

O Governo cumpriu o prazo de 30 dias para a abertura de concursos após a fixação da lista de classif...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Semana Europeia do Teste da Primavera decorre até 24 de maio

Começa hoje e decorre até 24 de maio, a Semana Europeia do Teste Primavera 2019, organizada pela HIV...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.