Infarmed cria gabinete de relações internacionais e desenvolvimento

por Teresa Mendes | 13.03.2019

Brexit é um dos motivos apontados
A Autoridade Nacional do Medicamento decidiu criar um Gabinete de Relações Internacionais e Desenvolvimento.
Uma Deliberação do Infarmed publicada hoje no Diário da República salienta que é «imperioso que as exigentes, vastas e diversas competências a prosseguir no âmbito da cooperação nacional e internacional e desenvolvimento, sejam exercidas por uma unidade formal».

O documento justifica a criação deste novo gabinete atendendo «aos impactos e desafios que a atual conjuntura internacional impõe», nomeadamente devido «à conjuntura atual, marcada especialmente pela saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit)» que traduz a nível do Sistema Europeu e das Autoridades Nacionais de Medicamento e Produtos de Saúde «uma série de impactos e levantam igualmente novos desafios e oportunidades para os quais o Infarmed terá que estar devidamente capacitado a enfrentar».

Uma Deliberação do Infarmed publicada hoje no Diário da República salienta que é «imperioso que as exigentes, vastas e diversas competências a prosseguir no âmbito da cooperação nacional e internacional e desenvolvimento, sejam exercidas por uma unidade formal» 

Além disso, a Deliberação, assinada pela presidente do conselho diretivo do Infarmed, Maria do Céu Machado sublinha que o facto do organismo pertencer ao Sistema Europeu de Avaliação de Medicamentos, e de um modo mais amplo «a circunstância de se encontrar integrado na Rede Europeia de Autoridades do Medicamento e Produtos de Saúde, «exige um grande esforço de coordenação de todas as interações a nível nacional e internacionais subjacentes». 

19tm11k
13 de Março de 2019
1911Pub4f19tm11k

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 22.05.2019

Apenas um quarto dos médicos consegue conciliar carreira com vida familiar

A grande maioria dos médicos que trabalha no Serviço Nacional de Saúde (73%) não consegue conciliar...

22.05.2019

Fundadores do Observatório de Saúde António Arnaut  defendem transparência

O coordenador do Observatório de Saúde António Arnaut (OSAA) defendeu esta terça-feira, em Coimbra,...

por Teresa Mendes | 22.05.2019

 Encargos com as PPP da saúde aumentaram quase 30%

Os encargos líquidos com parcerias público-privadas (PPP) subiram 5% nos primeiros seis meses de 201...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

Taxas de cesariana e de mortalidade materna e perinatal são os temas mais p...

Diogo Ayres de Campos, diretor do Serviço de Obstetrícia do Hospital de Santa Maria (Centro Hospital...

21.05.2019

Porto quer ser «Cidade Sem Sida» até 2020

 A Câmara Municipal do Porto e 22 instituições assinaram esta segunda-feira, dia 20 de maio, o proto...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

 Adesão à greve de anestesistas no Hospital Amadora-Sintra foi de 100%

No seu primeiro dia, a greve de anestesistas do hospital Amadora-Sintra registou «uma adesão de 100%...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.