«O Sistema de Saúde para o Cidadão» debate o futuro em Portugal

por Teresa Mendes | 15.03.2019

Iniciativa conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República 
A Universidade do Porto (UP), em articulação com a Convenção Nacional da Saúde e com os subscritores dos Princípios Orientadores para uma Lei de Bases da Saúde, organiza a conferência «O Sistema de Saúde para o Cidadão», no próximo dia 23 de março, no Salão Nobre da Reitoria da UP. O objetivo é debater o futuro da Saúde em Portugal.

A iniciativa, que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que presidirá à Sessão Solene de Abertura e com a ministra da Saúde, Marta Temido, reúne igualmente os principais intervenientes, decisores e representantes do setor em Portugal, nomeadamente com a participação de representantes de grupos parlamentares, bastonários das ordens profissionais, presidentes das principais associações do setor e líderes responsáveis de entidades públicas, privadas e do setor social.

A conferência «O Sistema de Saúde para o Cidadão», que decorre no próximo dia 23 de março, no Salão Nobre da Reitoria da UP, tem como objetivo debater o futuro da Saúde em Portugal 

«O Sistema de Saúde para o Cidadão», «SNS: Novos Modelos de Financiamento para a Sustentabilidade» e «Lei de Bases da Saúde: O consenso indispensável» são os três os principais temas que serão alvo de reflexão e debate. 

O primeiro («O Sistema de Saúde para o Cidadão»), a cargo de Manuel Pizarro, alto-comissário da Convenção Nacional de Saúde, conta com a intervenção de representantes de unidades de saúde públicas e privadas, entre outros organismos. 

Teodora Cardoso, presidente do Conselho Superior do Conselho das Finanças Públicas, vai apresentar o tema «SNS: Novos Modelos de Financiamento para a Sustentabilidade», seguindo-se um debate, no qual participará o bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, na qualidade de presidente do Conselho Nacional das Ordens Profissionais.

A terminar, Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos e chairman da Convenção Nacional de Saúde, introduzirá o debate sobre a «Lei de Bases da Saúde: O consenso indispensável», que vai juntar os representantes partidários dos cinco grupos parlamentares (BE, CDS, PCP, PS e PSD).

A abertura do encontro estará a cargo de Eurico Castro Alves, presidente da Comissão Organizadora da Convenção Nacional da Saúde e de Germano de Sousa, dois subscritores dos Princípios Orientadores para uma Lei de Bases da Saúde.

O médico José Fragata, vice-reitor da Universidade NOVA de Lisboa, encerrará o evento. 

A entrada é gratuita.

O programa pode ser consultado aqui e o formulário e inscrição online aqui

19tm11m
13 de Março de 2019
1911Pub5f19tm11m

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

21.05.2019

Há mais 60 mil portugueses sem médico de família desde o início de 2019

Desde o início deste ano que aumentou o número de portugueses sem médico de família. No final de 201...

21.05.2019

APMGF defende criação de mais 30 USF por ano

Criar mais 30 unidades de saúde familiar (USF) por ano em Portugal é uma das medidas do Projeto-Beta...

por Teresa Mendes | 21.05.2019

1.º Barómetro da Adoção da Telessaúde e de Inteligência Artificial

Os resultados da primeira edição do Barómetro da Adoção da Telessaúde e de Inteligência Artificial,...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Executivo abre 1129 vagas para as áreas de MGF, hospitalar e de Saúde Públ...

O Governo cumpriu o prazo de 30 dias para a abertura de concursos após a fixação da lista de classif...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Semana Europeia do Teste da Primavera decorre até 24 de maio

Começa hoje e decorre até 24 de maio, a Semana Europeia do Teste Primavera 2019, organizada pela HIV...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Acordo entre FMUL e Fundação Champalimaud reforça laços existentes

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Fausto Pinto, e a presidente da Fundaç...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.