Médicos alertam para rutura na Neonatologia da Maternidade Bissaya Barreto

21.03.2019

Todos os profissionais fazem «muito acima das 200 horas extra permitidas»
O Sindicato dos Médicos da Zona Centro (SMZC) alertou esta quarta-feira para a rutura iminente no serviço de Neonatologia da Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra, devido à insuficiência e envelhecimento dos profissionais do quadro clínico.

Em declarações à agência Lusa, a vice-presidente do sindicato, Vitória Martins, revelou que a escala de abril da urgência do serviço de cuidados intensivos de neonatologia «não está completa».

«Os médicos dispensados de fazer urgência devido à idade têm garantido o serviço nos últimos tempos, mas atingiram um grau de exaustão e já não conseguem continuar a assegurar o serviço», explicou a dirigente sindical.

Vitória Martins informou também que a saída de um médico do quadro veio tornar a situação «crítica», motivo pelo qual o sindica exige uma intervenção urgente da ministra da Saúde, que foi informada da situação no passado dia 8.

De acordo com a vice-presidente do SMZC, Vitória Martins, todos os profissionais existentes estão a fazer «muito acima das 200 horas extraordinárias permitidas por lei, o que se traduz num grau severo de exaustão» 

De acordo com a vice-presidente do SMZC, todos os profissionais existentes estão a fazer «muito acima das 200 horas extraordinárias permitidas por lei, o que se traduz num grau severo de exaustão», frisando que não se pode continuar a garantir o funcionamento da Unidade de Neonatologia, caso não se verifique contratação urgente de um neonatologista.

«É urgente a intervenção da ministra da Saúde neste problema, uma vez que a contratação em situação excecional tem de passar por aprovação nos ministérios da Saúde e das Finanças», acrescentou a dirigente.

19tm12o
21 de Março de 2019
1912Pub5f19tm12o

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Pneumonia: Mais de 50% dos doentes de risco não são aconselhados a vacinar-...

A pneumonia mata, em média, 23 pessoas por dia nos hospitais portugueses, mais do dobro da média eur...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

Ministério da Saúde pede sindicância à Ordem dos Enfermeiros

A ministra da Saúde, Marta Temido, pediu à Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) para realiz...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 «Suspeição intolerável» 

 A ministra da Saúde, Marta Temido, considera uma «suspeição intolerável» do bastonário da Ordem dos...

por Teresa Mendes | 24.04.2019

 SESARAM continua a não registar assiduidade dos seus trabalhadores

Uma auditoria do Tribunal de Contas (TC) revelou, esta terça-feira, que o Serviço de Saúde da Região...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Encontro internacional debate futuro do envelhecimento<br />  

A Academia Nacional de Medicina de Portugal (ANMP), o Science Advice for Policy by European Academie...

por Teresa Mendes | 23.04.2019

Manifesto da EFPIA reforça os benefícios das vacinas

«Construir uma Europa mais Saudável» é o título do manifesto criado pela Vaccines Europe, o grupo es...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.