Anemia é «um problema de saúde pública», alerta o Anemia Working Group

por Teresa Mendes | 03.04.2019

Um em cada cinco portugueses adultos tem anemia 
No Dia Mundial da Saúde, que se assinala a dia 7 de abril, o Anemia Working Group Portugal alerta para a anemia como um problema de saúde pública. Segundo o estudo EMPIRE (realizado em 2015), um em cada cinco portugueses adultos tem anemia e a maioria não está diagnosticada. 

Num comunicado divulgado esta terça-feira, aquele grupo de estudos informa que «a prevalência desta doença é elevada, atingindo os 20%», uma situação que se agrava se tivermos em conta que «84% dos afetados não sabe que tem anemia».

Para António Robalo Nunes, presidente do Anemia Working Group Portugal, «estamos perante um problema de saúde pública». 

O grupo refere ainda que mais de 50% de todos os casos de anemia são causados por défice de ferro, um nutriente, como se sabe, essencial para o organismo, para a saúde física e mental e para manter os níveis de energia adequados à atividade. 

De acordo com o responsável, a anemia causada por deficiência de ferro «tem um impacto significativo na saúde, aumentando o risco de morbilidade e mortalidade por agravamento de outras doenças subjacentes», além de ter um impacto negativo na produtividade.

No Dia Mundial da Saúde, que se assinala a dia 7 de abril, o Anemia Working Group Portugal alerta para a anemia como um problema de saúde pública. Segundo o estudo EMPIRE, um em cada cinco portuguese adultos tem anemia e a maioria não está diagnosticada 

Na opinião do dirigente, «é essencial sensibilizar a população para este tema, pois normalmente subvalorizam um dos sintomas mais comuns - a fadiga - associando-o a outras situações», avisando António Robalo Nunes, que «a deficiência de ferro ou a anemia, quando não tratadas, poderão ter implicações sérias na qualidade de vida do doente».
 
19tm14L
03 de Abril de 2019
1914Pub4f19tm14L

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Executivo abre 1129 vagas para as áreas de MGF, hospitalar e de Saúde Públ...

O Governo cumpriu o prazo de 30 dias para a abertura de concursos após a fixação da lista de classif...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Semana Europeia do Teste da Primavera decorre até 24 de maio

Começa hoje e decorre até 24 de maio, a Semana Europeia do Teste Primavera 2019, organizada pela HIV...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Acordo entre FMUL e Fundação Champalimaud reforça laços existentes

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Fausto Pinto, e a presidente da Fundaç...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Daniel Ferro nomeado presidente do CHULN

O ex-presidente da administração do Hospital Garcia de Orta, Daniel Ferro, vai liderar o conselho de...

por Teresa Mendes | 16.05.2019

 É ilegal recusar tratar doentes que não autorizam o tratamento de dados pe...

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) considerou ilegal a recusa de prestação de cuidados...

16.05.2019

Dados de listas de espera envergonham o país, diz Ordem dos Médicos

A Ordem dos Médicos (OM) classificou esta quarta-feira como «desastrosos» os dados revelados pela En...

por Teresa Mendes | 16.05.2019

 Convenção Nacional da Saúde 2019 decorre a 18 de junho

 A edição de 2019 da Convenção Nacional de Saúde (CNS) vai ter lugar no próximo dia 18 de junho, no...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.