Cursos gratuitos e de «qualidade reconhecida» para médicos, enfermeiros e farmacêuticos

por Teresa Mendes | 04.04.2019

Governo lança plataforma de formação NAU 

 O Governo lançou a plataforma de formação NAU, uma iniciativa nacional de Ensino e Formação à Distância para a Administração Pública, transversal a diversos ministérios. Na área da Saúde serão disponibilizados cursos de formação «de qualidade reconhecida» e totalmente gratuitos a todos os médicos, enfermeiros e farmacêuticos, doentes crónicos e seus cuidadores.

O lançamento, que aconteceu esta quarta-feira, na «Futurália», em Lisboa, contou com a intervenção da secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, e do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira.

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), que é parceira fundadora do projeto, através desta «plataforma de formação maciça on-line» será possível «reduzir os custos diretos, inerentes à deslocalização de formadores e formandos bem como os custos indiretos, inerentes ao absentismo causado pela participação presencial dos mesmos em sessões formativas durante o horário laboral».

O Governo lançou a plataforma de formação NAU, uma iniciativa nacional de Ensino e Formação à Distância para a Administração Pública, transversal a diversos ministérios. Na área da Saúde serão disponibilizados cursos de formação «de qualidade reconhecida» e totalmente gratuitos a todos os médicos, enfermeiros e farmacêuticos, doentes crónicos e seus cuidadores 

Para este ano, a DGS, através de protocolos de colaboração com as diferentes ordens profissionais (dos médicos, dos farmacêuticos e dos enfermeiros) irá lançar os seguintes cursos para profissionais de saúde:

-Auditorias clínicas;
-Tabela Nacional de Funcionalidade;
-Prescrição de Antibióticos;
-Igualdade e identidade de género.

Por considerar a capacitação do cidadão «uma questão crucial», realizar-se-á, igualmente, os seguintes cursos no âmbito da segurança nos cuidados de saúde e cidadania ativa, a saber:

-Uso seguro e responsável do medicamento;
-Higiene das mãos na prevenção de infeções;
-Prevenção de úlceras por pressão;
-Prevenção de quedas;
-Segurança cirúrgica;
-Prevenção de infeções e resistência aos antibióticos;
-Igualdade e identidade de género.

Os interessados poderão registar-se aqui.
 
19tm14n
04 de Abril de 2019
1914Pub5f19tm14n

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 29.05.2020

BE quer garantir subsídio de risco aos profissionais de saúde 

 O Bloco de Esquerda (BE) entregou esta quarta-feira um projeto de lei na Assembleia da República ap...

por Teresa Mendes | 29.05.2020

«Uma notícia que nos alimenta a esperança» 

Dos 3398 profissionais de saúde infetados com a doença Covid-19, já recuperaram 2161, revelou esta q...

por Teresa Mendes | 29.05.2020

«Este é o momento de contratar mais médicos e de recuperar as carreiras» 

«O nosso trabalho é salvar vidas, ajudar os portugueses e ajudar o país.»<br /> <br /> Foi desta f...

por Teresa Mendes | 29.05.2020

Sem confinamento SNS teria de atender três vezes mais doentes graves com Co...

Se o estado de emergência não tivesse vigorado em Portugal nos primeiros 15 dias de abril, as unidad...

por Teresa Mendes | 28.05.2020

Saldo do SNS em abril agravou-se 11,3 milhões de euros 

Em abril, o saldo do Serviço Nacional de Saúde (SNS) situou-se nos 149,2 milhões de euros negativos,...

por Teresa Mendes | 28.05.2020

Infarmed aprova financiamento de Keytruda® em combinação com pemetrexedo e...

O Infarmed aprovou, esta terça-feira, o financiamento de Keytruda® (pembrolizumab) em combinação com...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.