Cursos gratuitos e de «qualidade reconhecida» para médicos, enfermeiros e farmacêuticos

por Teresa Mendes | 04.04.2019

Governo lança plataforma de formação NAU 

 O Governo lançou a plataforma de formação NAU, uma iniciativa nacional de Ensino e Formação à Distância para a Administração Pública, transversal a diversos ministérios. Na área da Saúde serão disponibilizados cursos de formação «de qualidade reconhecida» e totalmente gratuitos a todos os médicos, enfermeiros e farmacêuticos, doentes crónicos e seus cuidadores.

O lançamento, que aconteceu esta quarta-feira, na «Futurália», em Lisboa, contou com a intervenção da secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte, e do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira.

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), que é parceira fundadora do projeto, através desta «plataforma de formação maciça on-line» será possível «reduzir os custos diretos, inerentes à deslocalização de formadores e formandos bem como os custos indiretos, inerentes ao absentismo causado pela participação presencial dos mesmos em sessões formativas durante o horário laboral».

O Governo lançou a plataforma de formação NAU, uma iniciativa nacional de Ensino e Formação à Distância para a Administração Pública, transversal a diversos ministérios. Na área da Saúde serão disponibilizados cursos de formação «de qualidade reconhecida» e totalmente gratuitos a todos os médicos, enfermeiros e farmacêuticos, doentes crónicos e seus cuidadores 

Para este ano, a DGS, através de protocolos de colaboração com as diferentes ordens profissionais (dos médicos, dos farmacêuticos e dos enfermeiros) irá lançar os seguintes cursos para profissionais de saúde:

-Auditorias clínicas;
-Tabela Nacional de Funcionalidade;
-Prescrição de Antibióticos;
-Igualdade e identidade de género.

Por considerar a capacitação do cidadão «uma questão crucial», realizar-se-á, igualmente, os seguintes cursos no âmbito da segurança nos cuidados de saúde e cidadania ativa, a saber:

-Uso seguro e responsável do medicamento;
-Higiene das mãos na prevenção de infeções;
-Prevenção de úlceras por pressão;
-Prevenção de quedas;
-Segurança cirúrgica;
-Prevenção de infeções e resistência aos antibióticos;
-Igualdade e identidade de género.

Os interessados poderão registar-se aqui.
 
19tm14n
04 de Abril de 2019
1914Pub5f19tm14n

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 22.07.2019

 Transplante de órgãos aumentou 2% no primeiro semestre de 2019

A transplantação de órgãos em Portugal aumentou no primeiro semestre do ano em cerca de 2% - o equiv...

por Teresa Mendes | 22.07.2019

Aprovada a nova Lei de Bases da Saúde

Após vários avanços e recuos, o Parlamento aprovou sexta-feira o diploma da Lei de Bases da Saúde, q...

22.07.2019

Seguro público na Saúde é «aumento encapotado de impostos»

Em resposta à ideia de Francisco Ramos, secretário de Estado da Saúde, de criar um «um seguro comple...

por Teresa Mendes | 22.07.2019

 Nove em cada 10 idosos seguidos CSP sentem-se sozinhos

Nove em cada 10 idosos seguidos nos cuidados de saúde primários (CSP) sentem algum grau de solidão,...

por Teresa Mendes | 19.07.2019

 18.º ENIJMF vai apostar em sessões out-of-the-box!

Este ano, em Évora, o 18.º Encontro de Internos e Jovens Médicos de Família (ENIJMF) «fará uma grand...

por Teresa Mendes | 18.07.2019

«A situação na saúde no Algarve é muito grave»

Faltam meios humanos, técnicos e infraestruturais no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHU...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.