Ministério autoriza concurso para a mobilidade de especialistas em MGF

por Teresa Mendes | 09.04.2019

Serão disponibilizadas 86 vagas distribuídas por todo o país
O Ministério da Saúde decidiu abrir um concurso para possibilitar a mobilidade de médicos especialistas em Medicina Geral e Familiar (MGF) já vinculados ao Serviço Nacional de Saúde.

O despacho, publicado esta segunda-feira, abre 86 postos de trabalho distribuídos por vários Agrupamentos de Centros de Saúde (Aces) do país.

Apesar de a taxa de cobertura de utentes com médico de família não ser ainda total, a Tutela justifica esta abertura de concurso dizendo que «existem médicos desta especialidade que pretendem alterar o seu local de trabalho», algo que «nem sempre tem sido possível garantir através do recurso ao mecanismo geral da mobilidade previsto na lei».

O Ministério da Saúde decidiu abrir um concurso para possibilitar a mobilidade de médicos especialistas em Medicina Geral e Familiar já vinculados ao Serviço Nacional de Saúde. O despacho, publicado esta segunda-feira, abre 86 postos de trabalho distribuídos por vários

Desta forma, serão abertas 20 vagas para os Aces da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, 20 lugares para os Aces da ARS do Centro, 30 vagas para a ARS de Lisboa e Vale do Tejo e 6 para a ARS do Algarve.

O concurso será aberto em breve pela Administração Central do Sistema de Saúde.

O diploma pode ser consultado aqui
 
19tm15e
09 de Abril de 2019
1915Pub3f19tm15e

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Executivo abre 1129 vagas para as áreas de MGF, hospitalar e de Saúde Públ...

O Governo cumpriu o prazo de 30 dias para a abertura de concursos após a fixação da lista de classif...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Semana Europeia do Teste da Primavera decorre até 24 de maio

Começa hoje e decorre até 24 de maio, a Semana Europeia do Teste Primavera 2019, organizada pela HIV...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Acordo entre FMUL e Fundação Champalimaud reforça laços existentes

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Fausto Pinto, e a presidente da Fundaç...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Daniel Ferro nomeado presidente do CHULN

O ex-presidente da administração do Hospital Garcia de Orta, Daniel Ferro, vai liderar o conselho de...

por Teresa Mendes | 16.05.2019

 É ilegal recusar tratar doentes que não autorizam o tratamento de dados pe...

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) considerou ilegal a recusa de prestação de cuidados...

16.05.2019

Dados de listas de espera envergonham o país, diz Ordem dos Médicos

A Ordem dos Médicos (OM) classificou esta quarta-feira como «desastrosos» os dados revelados pela En...

por Teresa Mendes | 16.05.2019

 Convenção Nacional da Saúde 2019 decorre a 18 de junho

 A edição de 2019 da Convenção Nacional de Saúde (CNS) vai ter lugar no próximo dia 18 de junho, no...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.