Luís Martins Amaro nomeado novo presidente do Hospital Garcia de Orta

por Teresa Mendes | 22.04.2019

Responsável substitui Daniel Ferro por cessação do mandato
O actual diretor executivo do agrupamento de centros de saúde Almada-Seixal, Luís Manuel Martins Amaro, será o novo presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, em Almada, substituindo Daniel Ferro no cargo por cessação do mandato. 

A nomeação do licenciado em enfermagem, mestre em economia e doutorado em sociologia económica e das organizações foi feita pelo Governo esta quinta-feira no Conselho de Ministros (CM).

Segundo o comunicado do CM foram também nomeados para vogais do conselho de administração Nuno Miguel da Silva Marques, Ana Sofia Freitas Monteiro Ferreira, Vera Sofia Pinheiro Branco de Almeida e Ana Paula Realista Carvalho Rodrigues.

Recorde-se que este hospital tem estado envolvido em polémica nos últimos dois meses devido à situação da urgência pediátrica, com vários alertas da Ordem dos Médicos (OM) e também dos sindicatos.

Na quarta-feira, em entrevista à agência Lusa, o bastonário da OM anunciou que vai apresentar uma queixa à Inspeção-geral das Atividades em Saúde (IGAS) sobre a situação da urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta, pedindo que se investigue a composição das equipas daquele serviço.

Miguel Guimarães insistiu que os médicos daquela unidade hospitalar «estão desesperados» com a falta de profissionais, situação que está a fazer com que não seja possível cobrir as necessidades da urgência pediátrica.

O actual diretor executivo do agrupamento de centros de saúde Almada-Seixal, Luís Manuel Martins Amaro, será o novo presidente do conselho de administração do Hospital Garcia de Orta, em Almada, substituindo Daniel Ferro no cargo por cessação do mandato

Já há dois meses que o bastonário vem a alertar para a falta de condições de segurança clínica adequadas naquela urgência e lembra que «está em causa a saúde das crianças» e a composição do serviço de urgência, «tal como estabelece a lei».

Diogo Serras Lopes nomeado vice-presidente da ACSS

O CM nomeou ainda para o cargo de vice-presidente do conselho diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) o economista Diogo Serras Lopes, que foi assessor económico do gabinete do primeiro-ministro.

O cargo é ocupado após a renúncia do anterior vice-presidente.

19tm17b
22 de Abril de 2019
1917Pub2f19tm17b

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Executivo abre 1129 vagas para as áreas de MGF, hospitalar e de Saúde Públ...

O Governo cumpriu o prazo de 30 dias para a abertura de concursos após a fixação da lista de classif...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Semana Europeia do Teste da Primavera decorre até 24 de maio

Começa hoje e decorre até 24 de maio, a Semana Europeia do Teste Primavera 2019, organizada pela HIV...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Acordo entre FMUL e Fundação Champalimaud reforça laços existentes

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Fausto Pinto, e a presidente da Fundaç...

por Teresa Mendes | 16.05.2019

 É ilegal recusar tratar doentes que não autorizam o tratamento de dados pe...

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) considerou ilegal a recusa de prestação de cuidados...

16.05.2019

Dados de listas de espera envergonham o país, diz Ordem dos Médicos

A Ordem dos Médicos (OM) classificou esta quarta-feira como «desastrosos» os dados revelados pela En...

por Teresa Mendes | 16.05.2019

 Convenção Nacional da Saúde 2019 decorre a 18 de junho

 A edição de 2019 da Convenção Nacional de Saúde (CNS) vai ter lugar no próximo dia 18 de junho, no...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.