Governo vai investir mais de 90 milhões em 10 hospitais do  SNS

por Teresa Mendes | 03.05.2019

Maior verba na requalificação do edifício de cirurgia do IPO de Coimbra 
Vão ser investidos mais de 90 milhões de euros vão nos próximos três anos em infraestruturas e equipamentos de 10 hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), anunciou esta quinta-feira o Governo.

A verba maior, no valor de 28,8 milhões, destina-se à requalificação do edifício de cirurgia do IPO de Coimbra.

Dos 90 637 254,14 milhões de euros a investir até 2021, 69,3 milhões de euros serão verbas do Orçamento do Estado e 21,3 milhões são financiados por fundos europeus, lê-se na Resolução do Conselho de Ministro, publicada no Diário da República.

Num comunicado, o Ministério da Saúde destaca que o Programa de Investimentos na Área da Saúde (PIAS), agora divulgado, tem como objetivo «alavancar o investimento, a recuperação e a melhoria de infraestruturas e equipamentos do setor da saúde» e, em simultâneo, assegurar a «melhoria da rede e a expansão da atual capacidade instalada do SNS».

Entre os investimentos previstos encontram-se a aquisição de aceleradores lineares para radioterapia, a requalificação de instalações e equipamentos e projetos com vista à eficiência energética, cabendo aos hospitais «realizar as ações necessárias à concretização célere destes investimentos», refere a nota à Imprensa.

Vão ser investidos mais de 90 milhões de euros vão nos próximos três anos em infraestruturas e equipamentos de 10 hospitais do SNS. A verba maior, no valor de 28,8 milhões, destina-se à requalificação do edifício de cirurgia do IPO de Coimbra 

No Centro Hospitalar Tondela/Viseu será feito um investimento de quase 5,7 milhões de euros no alargamento e remodelação da urgência.

O Centro Hospitalar Barreiro/Montijo terá 2,8 milhões de euros para um acelerador linear para radioterapia e para obras de adaptação.

Também o Centro Hospitalar Trás-os-Montes e Alto Douro terá um acelerador linear, com um investimento de 4,9 milhões de euros. No mesmo centro hospitalar serão ainda investidos 4,6 milhões de euros na reabilitação dos sistemas energéticos.

Na reabilitação e melhoria de instalações no Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/Vila do Conde está previsto um investimento de mais de 3,2 milhões de euros.

A requalificação da unidade de Santo Tirso do Centro Hospitalar do Médio Ave implicará um investimento de mais de 5,3 milhões de euros, enquanto no Baixo Vouga será feito um investimento de 2,6 milhões num projeto de eficiência energética.

No Centro Hospitalar Lisboa Norte, que engloba o Santa Maria e o Pulido Valente, o Plano de Investimentos do Governo prevê quase 9,7 milhões de euros para a construção da central térmica do Santa Maria.

Em Setúbal, a construção do novo edifício para o serviço de urgência implica um investimento de 17 milhões de euros.

No IPO de Coimbra serão aplicados 28,8 milhões de euros na requalificação do edifício de cirurgia e no Hospital das Forças Armadas está previsto um investimento de quase 5,8 milhões na requalificação do Polo de Lisboa.

O PIAS pode ser consultado aquif

19tm18m
03 de Maio de 2019
1918Pub6f19tm18m

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 01.06.2020

Covid-19: SIM apresenta queixa à Provedoria de Justiça por discriminação do...

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) apresentou queixa à Provedora de Justiça contra o que diz...

por Teresa Mendes | 01.06.2020

HGO: Médicos ameaçam demissão em bloco após afastamento do diretor de Obste...

Os médicos do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Garcia de Orta<br /> (HGO), em Almad...

por Teresa Mendes | 01.06.2020

CEMP contra aumento de vagas nos cursos de medicina

Numa carta aberta ao ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o Conselho de Escolas Médica...

por Teresa Mendes | 01.06.2020

Mais de 60% da população com níveis baixos de atividade física durante o co...

Durante o período de confinamento devido à pandemia de Covid-19, os portugueses praticaram menos ati...

por Teresa Mendes | 29.05.2020

BE quer garantir subsídio de risco aos profissionais de saúde 

 O Bloco de Esquerda (BE) entregou esta quarta-feira um projeto de lei na Assembleia da República ap...

por Teresa Mendes | 29.05.2020

«Uma notícia que nos alimenta a esperança» 

Dos 3398 profissionais de saúde infetados com a doença Covid-19, já recuperaram 2161, revelou esta q...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.