Simpósio BERC-Luso analisa as melhores práticas de investigação clínica

por Teresa Mendes | 15.05.2019

No dia 6 de junho, no auditório do Infarmed, em Lisboa 
O Infarmed acolhe, no próximo dia 6 de junho, no seu auditório, em Lisboa, o Simpósio do projeto BERC-Luso sobre «As melhores práticas internacionais em matéria de investigação clínica: uma parceria com Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa».

Numa nota à Imprensa, a Autoridade Nacional do Medicamento informa que o BERC-Luso é «um projeto de ética e reforço da capacitação regulamentar nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa», aprovado e financiado pelo Programa EDCTP2 (parceria entre a Europa e os Países em Desenvolvimento para a Realização de Ensaios Clínicos), com o apoio da União Europeia e cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian (FCG).

A iniciativa envolve Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique, e as suas respetivas Autoridades Nacionais de Ética (ANE) e Autoridades Regulamentares Nacionais (ARN), numa parceria com instituições portuguesas – Cátedra UNESCO de Bioética, Comissão de Ética para a Investigação Clínica, Infarmed e Ordem dos Farmacêuticos.

O Infarmed acolhe, no próximo dia 6 de junho, no seu auditório, em Lisboa, o Simpósio do projeto BERC-Luso sobre «As melhores práticas internacionais em matéria de investigação clínica: uma parceria com Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa

O Simpósio integra-se no Plano de Trabalho 1 - Legislação, e consiste na apresentação e debate do «estudo da legislação vigente em cada país parceiro relativamente às competências e funcionamento das Comissões de Ética e às Autoridades Regulamentadoras dos Medicamentos, comparativamente às boas práticas internacionais, realizado por uma equipa de juristas destes países», lê-se no site do Infarmed.

As inscrições são gratuitas e devem ser formalizadas aqui  até dia 3 de junho, sendo limitadas à capacidade do auditório, aceites por ordem de chegada e confirmadas por e-mail.

O programa completo pode ser consultado aqui.  

19tm20f
14 de Maio de 2019
1920Pub3f19tm20f

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Executivo abre 1129 vagas para as áreas de MGF, hospitalar e de Saúde Públ...

O Governo cumpriu o prazo de 30 dias para a abertura de concursos após a fixação da lista de classif...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Semana Europeia do Teste da Primavera decorre até 24 de maio

Começa hoje e decorre até 24 de maio, a Semana Europeia do Teste Primavera 2019, organizada pela HIV...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Acordo entre FMUL e Fundação Champalimaud reforça laços existentes

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Fausto Pinto, e a presidente da Fundaç...

por Teresa Mendes | 17.05.2019

 Daniel Ferro nomeado presidente do CHULN

O ex-presidente da administração do Hospital Garcia de Orta, Daniel Ferro, vai liderar o conselho de...

por Teresa Mendes | 16.05.2019

 É ilegal recusar tratar doentes que não autorizam o tratamento de dados pe...

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) considerou ilegal a recusa de prestação de cuidados...

16.05.2019

Dados de listas de espera envergonham o país, diz Ordem dos Médicos

A Ordem dos Médicos (OM) classificou esta quarta-feira como «desastrosos» os dados revelados pela En...

15.05.2019

Tempos de espera para cirurgias mais do que duplicaram

Quase 40% das consultas hospitalares a pedido dos cuidados de saúde primários (CSP) não foram realiz...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.