Convenção Nacional da Saúde 2019 decorre a 18 de junho

por Teresa Mendes | 16.05.2019

«O maior debate de sempre sobre a Saúde em Portugal»
 A edição de 2019 da Convenção Nacional de Saúde (CNS) vai ter lugar no próximo dia 18 de junho, no Centro de Congressos de Lisboa (Fil, à Junqueira).
Este debate nacional, em que o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, é chairman, pretende ser «o maior de sempre sobre o presente e o futuro da Saúde em Portugal».

Na edição de 2018, a CNS reuniu inúmeras entidades do sector público, privado e social que atuam na área da Saúde em Portugal e aprovou as prioridades que integram a «Agenda da Saúde para a Próxima Década».

Em 2019, o encontro vai debater a Agenda da Saúde para o Cidadão e abordar temas como a centralidade do cidadão e do doente no sistema de saúde, o estatuto do cuidador informal, a igualdade de acesso a cuidados de saúde, a prevenção, a literacia em saúde, o impacto da doença na economia, entre outros.

A edição de 2019 da Convenção Nacional de Saúde vai ter lugar no próximo dia 18 de junho, no Centro de Congressos de Lisboa (Fil, à Junqueira). Este debate nacional pretende ser «o maior de sempre sobre o presente e o futuro da Saúde em Portugal» 

Num comunicado, a organização informa ainda que a conferência deste ano «pretende ver reforçada a representatividade do cidadão e do doente».
Por esse motivo, «será alargada às associações de doentes para que, em conjunto, e incluam suas prioridades no centro do Sistema de Saúde em Portugal».

Neste momento já aderiram à CNS perto de 50 associações de doentes que passam a integrar o Conselho Superior desta Convenção, agora composto por cerca de 120 instituições.

A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição aqui. O programa e outras informações estão também disponíveis no site do evento.

19tm20p
16 de Maio de 2019
1920Pub4f19tm20p

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.06.2019

ANEM acusa Marta Temido de «enorme distanciamento da realidade»

A Associação Nacional dos Estudantes de Medicina (ANEM) «condena veementemente», numa carta aberta,...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

Apifarma contra novas orientações para estudos de avaliação económica

A Apifarma está «veementemente» contra a proposta do Infarmed para alteração das Orientações Metodol...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

 Taxas moderadoras nos centros de saúde vão acabar, mas de forma faseada

O fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser realizado de uma forma faseada, não entrand...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

 «OSTEOGLUTIS» vence 3.ª Edição da Bolsa de Investigação em Mieloma Múltipl...

  «Tackling multiple myeloma by osteoblast cross regulation – OSTEOGLUTIS» é o nome do projeto vence...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

14 recomendações dos doentes para o SNS

A Convenção Nacional da Saúde (CNS), que juntou mais de 160 instituições do setor, nesta terça-feira...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

Campanha da DGS e IPDJ quer inspirar portugueses a praticar exercício físic...

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), com o apoio...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

USF modelo B passam a ter de fundamentar a aprovação da carga horária

O Ministério da Saúde quer combater as diferentes práticas e interpretações, em termos de horários d...

19.06.2019

Texto da nova Lei de Bases da Saúde fica sem referências às PPP

O grupo de trabalho que discute a nova Lei de Bases da Saúde no Parlamento chumbou esta terça-feira...

por Teresa Mendes | 18.06.2019

Aumento da mortalidade materna e infantil são reflexo da falta de especiali...

A Ordem dos Médicos (OM) defende a necessidade de alterar urgentemente a forma e os prazos dos concu...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.