Acordo entre FMUL e Fundação Champalimaud reforça laços existentes

por Teresa Mendes | 17.05.2019

Objetivo é potenciar as capacidades científicas, pedagógicas e assistenciais 
O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Fausto Pinto, e a presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, assinaram esta quinta-feira, em Lisboa, um protocolo de colaboração com vista a reforçar os laços já existentes entre as duas instituições.

«Com o objetivo de potenciar as capacidades científicas, pedagógicas e assistenciais de ambas as instituições, o acordo pretende espelhar um quadro de cooperação e ajudas mútuas entre áreas clínicas que possam participar no ensino médico e pós-graduado, áreas de investigação com núcleos conjuntos, promovendo sempre a formação profissional e pedagógica das partes», lê-se num comunicado da FMUL.

Na ocasião, Fausto Pinto sublinhou que «este tipo de afiliações e estreitamento das relações com a Fundação Champalimaud são muito importantes para nós, por aquilo que ela representa, sendo uma das Instituições mais visíveis e com maior produção na área científica, para além de outras».

«É um dia feliz para ambos, para estas duas Instituições portuguesas, reforçando a portugalidade na ciência, na investigação, no ensino e na formação universitária. É neste tipo de acordos que podemos trabalhar mais em prol de quem representamos e para quem trabalhamos», reforçou ainda o dirigente.

Leonor Beleza também salientou a importância do momento, que reforça «as cooperações que já existiram no passado e que têm existido».

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Fausto Pinto, e a presidente da Fundação Champalimaud, Leonor Beleza, assinaram esta quinta-feira, em Lisboa, um protocolo de colaboração com vista a reforçar os laços já existentes entre as duas instituições 

«A Fundação Champalimaud manifesta o reconhecimento ao Professor Fausto Pinto pela abertura com que tem vindo a receber propostas nossas para que possamos, do nosso lado, também prestar os melhores cuidados de saúde e fazer a melhor investigação possível.

Esta assinatura é a afixação solene dos termos em que esta colaboração tem vindo a insistir e que pode continuar no futuro», acentuou.


19tm20q
17 de Maio de 2019
1920Pub4f19tm20q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 13.09.2019

Pela primeira vez em seis meses, a dívida à Indústria Farmacêutica diminuiu

Pela primeira vez em seis meses, o valor da dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS)...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

Ordem celebra 80 anos com coleção de fac-similadas de autores médicos

 A Ordem dos Médicos (OM) convida todos os profissionais a vir conhecer, na próxima segunda-feira, d...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

 Literacia em Saúde: DGS lança Manual para capacitação dos profissionais

No âmbito do Plano de Ação para a Literacia em Saúde 2019/2012, a Direção-Geral da Saúde (DGS) lanço...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

 Demitem-se dez chefes de equipa de urgência do Hospital Garcia de Orta

Demitiram-se dez chefes de equipa de urgência do Hospital Garcia de Orta, em Almada, segundo a Socie...

por Teresa Mendes | 12.09.2019

 Porto recebe 1.º Encontro Nacional de Jovens Investigadores em Oncologia

<br />  No próximo dia 24 de setembro, Dia Mundial da Investigação em Cancro, decorre, no Porto, o...

por Teresa Mendes | 11.09.2019

Novo estudo mostra porque se ganha peso à medida que envelhecemos

Mesmo controlando a ingestão de calorias e mantendo o plano habitual de exercício físico, é natural...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.