Mais de 27 mil portugueses já fizeram o testamento vital 

por Teresa Mendes | 27.05.2019

Mulheres têm o dobro dos registos dos homens 
De acordo com a Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), mais de 27 mil portugueses já fizeram o testamento vital.
A 24 de maio, os números mostram que são as mulheres que continuam a recorrer mais a esta ferramenta, com 17.765 registos, quase o dobro dos homens que ficam nos 9.303.

Os dados resultam da monitorização diária do número de testamentos vitais criados e registados por parte da SPMS, como entidade responsável pelo Registo Nacional do Testamento Vital (RENTEV).

Recorde-se que o registo do testamento vital permite que os médicos consultem informação sobre a vontade do doente e, num contexto de urgência ou de tratamento específico, consultar o testamento vital do utente através do Portal do Profissional, garantindo que a vontade anteriormente expressa será cumprida.

A app MySNS Carteira veio agilizar a consulta e o arquivamento deste documento no telemóvel, possibilitando levar o eTestamento Vital «no bolso», de uma forma simples e segura 

Por seu lado, o titular do testamento vital pode acompanhar todos os acessos feitos pelos médicos, verificando se o seu documento está correto, ativo e disponível, através da Área do Cidadão do Portal SNS, em https://www.sns.gov.pt/cidadao/.

Pode também aceder na app MySNS Carteira.
Esta aplicação, que disponibiliza vários cartões, veio agilizar a consulta e o arquivamento deste documento no telemóvel, possibilitando levar o eTestamento Vital «no bolso», de uma forma simples e segura.

O testamento vital tem uma validade de cinco anos, podendo ser alterado, a qualquer momento, ou cancelado pelo titular.

Neste documento é também permitida a nomeação de um procurador de cuidados de saúde para decidir em seu nome.

19tm22d
27 de Maio de 2019
1922Pub2f19tm22d

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 14.08.2019

Equipas  realizaram 1011 visitas ao domicílio e avaliaram 154 doentes

Desde que entraram em funcionamento, a 3 de junho, as equipas de hospitalização domiciliária das Uni...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

Comissão Europeia lança apelo para encontrar especialistas na área de eHeal...

A Comissão Europeia (CE) lançou um apelo à manifestação de interesse no domínio da Saúde, com o obje...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

 Médicos têm nova norma sobre diagnóstico e prevenção da carência de vitami...

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Ordem dos Médicos (OM) elaboraram uma nova norma sobre as boas p...

17.08.2019

 Detectados 54 casos de mutilação genital feminina nos primeiros seis meses...

De janeiro a junho deste ano foram detetados 54 casos de mutilação genital feminina, quase tantos co...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

«Morte cerebral e estado vegetativo persistente: Conceitos inconfundíveis»

No próximo dia 27 de setembro, pelas 18h30, na sede do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médic...

por Teresa Mendes | 15.08.2019

Dia da FMUL é assinalado no próximo dia 16 de setembro

No próximo dia 16 de setembro, a Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL) comemora o 7...

por Teresa Mendes | 13.08.2019

 Cerca de 1200 médicos podem ficar sem acesso à especialidade este ano

 A Associação de Médicos pela Formação Especializada (AMPFE) estima que este ano, o número de médico...

por Teresa Mendes | 13.08.2019

 Dívida dos hospitais aos laboratórios em rota ascendente

 A dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) à indústria farmacêutica prossegue a sua...

por Teresa Mendes | 12.08.2019

Francisco Ramos propõe cortes nas deduções fiscais para financiar o SNS

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde propõe a redução das deduções no IRS como forma de financi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.