OMS reconhece «burnout» como doença

28.05.2019

Decisão vigorará a partir de janeiro de 2022 
A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou esta segunda-feira que passou a incluir na classificação internacional de doenças o «burnout», estado de esgotamento físico e mental causado pelo exercício de uma atividade profissional. A decisão vigorará a partir de janeiro de 2022. 

A entrada do «burnout» nesta lista da OMS tem como base as conclusões de peritos de saúde de todo o mundo e foi adotada pela Assembleia-Geral da organização, que termina esta terça-feira em Genebra, na Suíça.

«É a primeira vez que o “burnout” entra na classificação», afirmou aos jornalistas um porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic.

Nesta classificação internacional, que serve de base para as estatísticas de saúde, o «burnout» surge na secção consagrada aos «problemas associados» ao emprego e desemprego, sendo descrito como «uma síndrome resultante de stress crónico no trabalho que não foi gerido com êxito».

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou esta segunda-feira que passou a incluir na classificação internacional de doenças o «burnout», estado de esgotamento físico e mental causado pelo exercício de uma atividade profissional

Segundo a OMS, a doença caracteriza-se por «um sentimento de exaustão, cinismo ou sentimentos negativistas ligados ao trabalho e eficácia profissional reduzida».
 
19tm22e
28 de Maio de 2019
1922Pub3f19tm22e

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.09.2019

Afinal, é a lei que limita fármacos inovadores a não ser perante risco imed...

Afinal, é a própria lei que limita as autorizações excepcionais para ter acesso aos fármacos inovado...

por Teresa Mendes | 17.09.2019

 Cancro de cabeça e pescoço mata três portugueses por dia

A Semana Europeia de Luta Contra o Cancro de Cabeça e Pescoço arrancou esta segunda-feira em Lisboa....

por Teresa Mendes | 17.09.2019

Só os neurónios mais viáveis sobrevivem no desenvolvimento do sistema nervo...

Ao contrário do pensado, não é o acaso que determina quais as células que irão formar o sistema nerv...

por Teresa Mendes | 16.09.2019

 Profissionais estão a «deixar de acreditar nesta forma única de organizaçã...

Prestes a iniciar o quarto trimestre de 2019, altura em que deveria estar a ser realizada a transiçã...

16.09.2019

 «Queremos que o hospital saia de portas»

O Governo quer alargar a hospitalização domiciliária a todos os hospitais do Serviço Nacional de Saú...

16.09.2019

Bastonária da OE chama Miguel Guimarães para ser ouvido no caso da sindicân...

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE), Ana Rita Cavaco, quer incluir, como testemunhas, o ex-mi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.