Manifesto alerta sobre riscos para a saúde do uso de dispositivos de nicotina

por Teresa Mendes | 31.05.2019

Uso de dispositivos eletrónicos tem «efeitos adversos a curto prazo» 
 No âmbito do Dia Mundial Contra o Tabaco, que se assina hoje, onze sociedades científicas alertam, num manifesto, para os riscos para a saúde do uso de dispositivos eletrónicos para fornecimento de nicotina, realçando a sua ineficácia para deixar de fumar.

O manifesto, assinado por sociedades científicas de Pneumologia e Cirurgia torácica da Península Ibérica e da América Latina, sublinha que o «o tratamento mais eficaz e seguro para ajudar os fumadores a deixarem de fumar é o aconselhamento psicológico e a medicação de substituição de nicotina».

Segundo as 11 entidades, que citam vários estudos realizados, o uso de dispositivos eletrónicos para fornecimento de nicotina «tem efeitos adversos a curto prazo, permitindo a inalação de outras substâncias tóxicas e aditivas, como cocaína, canábis e drogas sintéticas, que podem afetar o sistema respiratório».

No âmbito do Dia Mundial Contra o Tabaco, que se assina hoje, onze sociedades científicas alertam, num manifesto, para os riscos para a saúde do uso de dispositivos eletrónicos para fornecimento de nicotina, realçando a sua ineficácia para deixar de fumar

De acordo com o documento, a inalação direta ou indireta de fumo ou aerossóis gerados por estes dispositivos «representa uma ameaça à saúde respiratória», uma vez que «todas as estruturas do sistema respiratório são organizadas para a inalação do ar limpo e oxigenado».

Também a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) já tinha defendido, esta terça-feira, num comunicado, «um maior controlo na comercialização de cigarros eletrónicos e a proibição de qualquer tipo de publicidade, incluindo publicidade encapotada nas redes sociais».
O bastonário da OMD, Orlando Monteiro da Silva, denunciou a «falta de regulação sobre estes cigarros eletrónicos, que não permite saber qual a composição dos líquidos, que é diversa e muito variada».

Orlando Monteiro da Silva considera que «a população não está suficientemente alertada para os riscos dos cigarros eletrónicos, apresentados pelas tabaqueiras como sendo de menor risco que o cigarro tradicional.
O menor risco, que ainda não está sequer provado que assim seja, não significa que estes cigarros eletrónicos sejam inócuos para a saúde, muito pelo contrário.

A nicotina é inalada e os estudos científicos que existem sobre o consumo destes cigarros eletrónicos mostram que os seus consumidores têm maior probabilidade de apresentar xerostomia (boca seca), estomatite, língua pilosa ou queilite angular», alerta o responsável.

Este ano, o lema do Dia Mundial Sem Tabaco é «O tabaco e a saúde pulmonar», com o intuito de alertar para o impacto negativo que o seu consumo tem sobre a saúde do pulmão e o sistema respiratório.
Saiba mais aqui.

19tm22r
31 de Maio de 2019
1922Pub6f19tm22r

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Carlos Mesquita | 10.07.2019

 20 anos do ATLS em Portugal

Artigo de Carlos Mesquita<br /> <br /> Os evidentes progressos das quatro últimas décadas em Portu...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

 Abertas as candidaturas para a conferência «SNS no Feminino»

A Associação Portuguesa Para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH) está a organizar a conferência «SNS...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

SCML inaugura Unidade de medicina dentária pediátrica gratuita

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) inaugurou esta terça-feira, o Serviço Odontopediátrico...

21.08.2019

Ministra da Saúde defende reorganização das maternidades no país

 A ministra da Saúde defendeu, esta terça-feira, uma reorganização das maternidades do País, reconhe...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Governo autoriza 22,5 milhões para a nova ala pediátrica

Uma Portaria publicada esta segunda-feira no Diário da República autoriza o Hospital de São João a «...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Celebrados os 40 anos do SNS 

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi criado há 40 anos, tornando o acesso a cuidados de saúde «gera...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

 Descoberto novo mecanismo na pele sensível à dor

Investigadores do Karolinska Institutet, Suécia, descobriram um novo mecanismo sensorial na pele cap...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

IFDC 2019 decorre de 15 a 18 de outubro, em Lisboa

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), através do seu Departamento de Alimentaçã...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

Comissão Europeia lança apelo para encontrar especialistas na área de eHeal...

A Comissão Europeia (CE) lançou um apelo à manifestação de interesse no domínio da Saúde, com o obje...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.