Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do IPO do Porto

por Teresa Mendes | 07.06.2019

Decisão surge uma semana após Laranja Pontes ter sido detido 
O professor e investigador Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do Instituto Português de Oncologia do Porto, sucedendo a Laranja Pontes. A designação para o cargo foi publicada esta quinta-feira pelo Conselho de Ministros (CM).

De acordo com o comunicado do CM, foram ainda designados para vogais executivos Marta Alexandra Silva Soares, Inês Ribeiro Pereira Souto e Castro, Emanuel José Magalhães de Barros e Maria Fernanda Silva Soares.

Rui Manuel Ferreira Henrique desenvolve investigação no âmbito do grupo de Epigenética e Biologia do Cancro do IPO/Porto.

O novo responsável do IPO nasceu em 1968, no Porto, e concluiu a licenciatura em Medicina em 1992, com 18 valores, no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto (UPorto), onde é professor catedrático convidado, pode ler-se no site da UPorto.

O professor e investigador Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do Instituto Português de Oncologia do Porto, sucedendo a Laranja Pontes. A designação para o cargo foi publicada esta quinta-feira pelo Conselho de Ministros 

Ainda segundo a página da UPorto, Rui Manuel Ferreira Henrique dirige, desde 2006, o Serviço de Anatomia Patológica e, desde 2011, o departamento de ensino e formação (EPOP) do IPO/Porto, sendo responsável pelas áreas de diagnóstico de Hematopatologia, Uropatologia e Nefropatologia.

O anterior presidente do IPO do Porto, Laranja Pontes, estava em gestão corrente há cerca de dois anos e meio, devido à limitação do número de mandatos, aguardando pela indicação de substituto.

Laranja Pontes, de 68 anos, especialista em cirurgia plástica, reconstrutiva e estética, foi detido no passado dia 29 de maio no âmbito da operação «Teia», relacionada com «viciação fraudulenta de procedimentos concursais e de ajuste direto», segundo um comunicado da Polícia Judiciária.

O ex-presidente, que se reformou no sábado, saiu em liberdade nesse mesmo dia após o pagamento de uma caução de 20 mil euros, informou fonte judicial. 

19tm23q
07 de Junho de 2019
1923Pub6f19tm23q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.10.2019

Investigação portuguesa comprova impacto da redução do consumo de sal na sa...

Um estudo inédito em Portugal concluiu que «a diminuição da ingestão de sal e o aumento da ingestão...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 Morrem prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição

Em 2016, morreram prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição do ar. A conclusã...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 USF modelo B: Regime retributivo «deve ser alargado a todos os profissiona...

O Conselho Consultivo da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) considera, no q...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Médicos contestam manutenção de Marta Temido na pasta da Saúde

Após um ano marcado pela contestação, Marta Temido vê o seu mandato como ministra da Saúde renovado...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.