Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do IPO do Porto

por Teresa Mendes | 07.06.2019

Decisão surge uma semana após Laranja Pontes ter sido detido 
O professor e investigador Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do Instituto Português de Oncologia do Porto, sucedendo a Laranja Pontes. A designação para o cargo foi publicada esta quinta-feira pelo Conselho de Ministros (CM).

De acordo com o comunicado do CM, foram ainda designados para vogais executivos Marta Alexandra Silva Soares, Inês Ribeiro Pereira Souto e Castro, Emanuel José Magalhães de Barros e Maria Fernanda Silva Soares.

Rui Manuel Ferreira Henrique desenvolve investigação no âmbito do grupo de Epigenética e Biologia do Cancro do IPO/Porto.

O novo responsável do IPO nasceu em 1968, no Porto, e concluiu a licenciatura em Medicina em 1992, com 18 valores, no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto (UPorto), onde é professor catedrático convidado, pode ler-se no site da UPorto.

O professor e investigador Rui Manuel Ferreira Henrique é o novo presidente do Instituto Português de Oncologia do Porto, sucedendo a Laranja Pontes. A designação para o cargo foi publicada esta quinta-feira pelo Conselho de Ministros 

Ainda segundo a página da UPorto, Rui Manuel Ferreira Henrique dirige, desde 2006, o Serviço de Anatomia Patológica e, desde 2011, o departamento de ensino e formação (EPOP) do IPO/Porto, sendo responsável pelas áreas de diagnóstico de Hematopatologia, Uropatologia e Nefropatologia.

O anterior presidente do IPO do Porto, Laranja Pontes, estava em gestão corrente há cerca de dois anos e meio, devido à limitação do número de mandatos, aguardando pela indicação de substituto.

Laranja Pontes, de 68 anos, especialista em cirurgia plástica, reconstrutiva e estética, foi detido no passado dia 29 de maio no âmbito da operação «Teia», relacionada com «viciação fraudulenta de procedimentos concursais e de ajuste direto», segundo um comunicado da Polícia Judiciária.

O ex-presidente, que se reformou no sábado, saiu em liberdade nesse mesmo dia após o pagamento de uma caução de 20 mil euros, informou fonte judicial. 

19tm23q
07 de Junho de 2019
1923Pub6f19tm23q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 «Day at the Cath Lab»

 A Unidade de Hemodinâmica e Intervenção Cardiovascular (UHICV) do Hospital de Santo André (Centro H...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 Deixar de fumar um mês antes de uma cirurgia permite melhor recuperação

Os fumadores que deixem de fumar pelo menos um mês antes de uma cirurgia têm menores probabilidades...

23.01.2020

Coronavírus: Portugal activa os dispositivos de saúde pública de prevenção

Portugal já ativou os dispositivos de saúde pública de prevenção ao coronavírus proveniente da China...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

Nomeados os membros da Direção da Competência em Ecografia Obstétrica Difer...

Diferenciada  Já estão nomeados todos os membros da Direção do Colégio da Competência em Ecografia O...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

Hospitalização domiciliária no CHULN arranca em fevereiro

A partir de 3 de fevereiro, o Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte (CHULN) vai começar a...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

 Hospital de S. João implanta dispositivo inovador em doentes com Parkinson

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) implantou esta terça-feira um dispositivo médi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.