Médicos com alojamento assegurado para reforço de cuidados de saúde no verão

por Teresa Mendes | 12.06.2019

Bastonário aplaude a iniciativa, mas pede que se vá mais longe 
 A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve vai assegurar residência aos médicos que queiram trabalhar na região durante o período de verão.
O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, já saudou a iniciativa, mas considera que não é suficiente.

«No sentido de cativarmos os médicos a virem trabalhar durante o verão para o Algarve, este ano vamos poder dar um bónus adicional, que é a possibilidade de encontrarmos alojamento gratuito para os profissionais que queiram vir trabalhar para a região», afirmou Paulo Morgado, presidente do Conselho de Administração da ARS do Algarve esta terça-feira, à margem da apresentação do plano «Juntos Por um Verão Seguro 2019», que decorreu em Monchique, no Algarve, com a presença da Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas.

O despacho que autoriza a concessão de alojamento durante o verão para os médicos que aceitem trabalhar na região algarvia, foi publicado no dia 6 de junho no Diário da República, onde no ponto sete se pode ler: «A ARS Algarve diligencia no sentido de proporcionar alojamento gratuito para os médicos, de acordo com as disponibilidades locais».

Paulo Morgado disse esperar que «este incentivo seja mais um atrativo para que os médicos aceitem trabalhar durante a chamada época alta no reforço dos cuidados de saúde na região».

Paulo Morgado acrescentou ainda que, durante a próxima semana, a ARS Algarve vai abrir as candidaturas para assegurar a contratação temporária de médicos que queiram deslocar-se de outras regiões para «ajudar no esforço que os profissionais do Algarve fazem todo os anos para proporcionar uma assistência de qualidade na época alta».

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve vai assegurar residência aos médicos que queiram trabalhar na região durante o período de verão. O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, já saudou a iniciativa, mas considera que não é suficiente

«Acredito que os incentivos sejam atrativos, porque, além do incentivo ao alojamento, o despacho do Governo permite aos médicos deslocarem-se de outras regiões sem autorização do serviço de origem», destacou.

Medida «podia ser acompanhada de outro tipo de incentivos»

O bastonário da Ordem dos Médicos, em declarações à TSF, observou que esta é uma boa medida para que se comecem a ver mais médicos no Algarve.

Contudo, notou que «podia ser acompanhada de outro tipo de incentivos para as pessoas poderem aderir em maior número e ajudarem a resolver um problema gravíssimo que o Algarve tem e que é o afluxo de pessoas em grande número no verão».

Quanto à permissão para a deslocação a partir de outras regiões do país sem autorização prévia do seu serviço de origem, Miguel Guimarães lembra que «é preciso ter muito cuidado.
Caso contrário, destapa-se num lado para tapar no outro».

19tm24g
12 de Junho de 2019
1924Pub4f19tm24g

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.06.2019

ANEM acusa Marta Temido de «enorme distanciamento da realidade»

A Associação Nacional dos Estudantes de Medicina (ANEM) «condena veementemente», numa carta aberta,...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

Apifarma contra novas orientações para estudos de avaliação económica

A Apifarma está «veementemente» contra a proposta do Infarmed para alteração das Orientações Metodol...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

 Taxas moderadoras nos centros de saúde vão acabar, mas de forma faseada

O fim das taxas moderadoras nos centros de saúde vai ser realizado de uma forma faseada, não entrand...

por Teresa Mendes | 24.06.2019

 «OSTEOGLUTIS» vence 3.ª Edição da Bolsa de Investigação em Mieloma Múltipl...

  «Tackling multiple myeloma by osteoblast cross regulation – OSTEOGLUTIS» é o nome do projeto vence...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

14 recomendações dos doentes para o SNS

A Convenção Nacional da Saúde (CNS), que juntou mais de 160 instituições do setor, nesta terça-feira...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

Campanha da DGS e IPDJ quer inspirar portugueses a praticar exercício físic...

 A Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), com o apoio...

por Teresa Mendes | 21.06.2019

USF modelo B passam a ter de fundamentar a aprovação da carga horária

O Ministério da Saúde quer combater as diferentes práticas e interpretações, em termos de horários d...

19.06.2019

Texto da nova Lei de Bases da Saúde fica sem referências às PPP

O grupo de trabalho que discute a nova Lei de Bases da Saúde no Parlamento chumbou esta terça-feira...

por Teresa Mendes | 19.06.2019

 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pinto conta com mais de 100 candi...

São mais de 100 as candidaturas recebidas pelo comité da 7.ª Edição do Prémio Maria José Nogueira Pi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.