«Tempos de espera» são o maior motivo das queixas dos utentes

por Teresa Mendes | 02.07.2019

Número de queixas recebidas pela ERS aumentou 20% 
O número de queixas recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS) em 2018 aumentou 20% em relação a 2017.
O mais recente relatório da reguladora revela ainda que os «tempos de espera», em especial o tempo de espera para atendimento clínico não programado superior a uma hora, foi o item que mereceu mais reclamações (24%).

Seguiu-se a «focalização no utente» (17%), salientando a ERS que aqui se incluem «as questões relacionadas com o direito a tratamento pelos meios adequados, humanamente, com prontidão, correção técnica, privacidade e respeito».

Em terceiro lugar ficaram os «procedimentos administrativos» (16%), sendo «particularmente reclamada a qualidade da informação institucional disponibilizada», salienta o documento.

O número de queixas recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS) em 2018 aumentou 20% em relação a 2017. O mais recente relatório da reguladora revela ainda que os «tempos de espera» foi o item que mereceu mais reclamações 

Mas também o número de elogios cresceu, para um total superior a 11 mil, sendo sobretudo dirigidos ao «pessoal clínico» (quase um terço do total).

Do total de processo de reclamações, quase 70% dizem respeito a unidades públicas, mas as quatro parcerias público-privadas têm 9% das reclamações, muito acima de todos os prestadores do setor social.

Assim, das mais de 84 mil reclamações na saúde registadas no ano passado pelo regulador, 67% respeitam a unidades públicas, sendo as instituições com internamento as que recebem mais queixas.

19tm27e
02 de Julho de 2019
1927Pub3f19tm27e

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.