Afinal, maternidades de Lisboa vão manter-se todas em funcionamento

por Teresa Mendes | 05.07.2019

ARSLVT diz que medida é possível graças a reforço da contratação
Afinal, o encerramento rotativo das maternidades de Lisboa de 15 de julho a 30 de setembro já não vai acontecer.
Num comunicado, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) garante que «será possível manter-se a solução de anos transatos, isto é, o funcionamento da referenciação para qualquer um dos serviços de urgência ginecológica e obstétrica».

Na nota à Imprensa, divulgada esta quinta-feira, a ARSLVT agradece «as disponibilidades das equipas» para chegar a esta solução, informando ainda que para o efeito também foi reforçada «a contratação de serviços médicos não só nas especialidades de Ginecologia/Obstetrícia, mas também nas de Pediatria e Anestesiologia».

Adicionalmente, as direções clínicas e direções de serviço de urgência das cinco unidades de saúde «vão articular semanalmente a necessária afetação de recursos, para que, em cada momento, se possam antecipar eventuais fragilidades decorrentes deste período», esclarece a ARSLVT.

Num comunicado, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) garante que «será possível manter-se a solução de anos transatos, isto é, o funcionamento da referenciação para qualquer um dos serviços de urgência ginecológica e obstétrica» 

Entretanto, numa conferência de Imprensa, o presidente da ARSLVT, Luís Pisco, reforçou que «não haverá rotatividade» no atendimento a grávidas das maternidades Alfredo da Costa, Santa Maria, São Francisco Xavier e Amadora-Sintra.

«Tínhamos dito que era uma solução em cima da mesa, dissemo-lo reiteradamente e, de facto, chegámos à conclusão de que seria preferível não o fazer e arranjar uma outra solução», explicou o responsável
Luís Pisco informou também que haverá um reforço de meios, através da contratação externa de pessoal para os serviços de Obstetrícia dos hospitais da zona de Lisboa, que deverá ser conhecido a 22 de julho.

«A única certeza é que teremos as quatro maternidades de Lisboa e a do Garcia de Orta [em Almada] a funcionar como habitualmente.
Todas as pessoas poderão ficar tranquilas sobre a qualidade e segurança do serviço que será prestado», garantiu o responsável.

19tm27q
05 de Julho de 2019
1927Pub6f19tm27q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.