«Pare e olhe nos olhos»

por Teresa Mendes | 09.07.2019

Campanha de sensibilização para o retinoblastoma
Foi lançada esta terça-feira a campanha nacional de sensibilização para o retinoblastoma e seu diagnóstico precoce. «Pare e olhe nos olhos» é o nome da iniciativa que tem como alvo os profissionais de saúde, nomeadamente os médicos de Medicina Geral e Familiar e os pediatras. 

A apresentação da campanha decorreu no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), numa conferência de Imprensa que contou com a presença do presidente do conselho de administração do CHUC, Fernando Regateiro, do diretor do Centro de Responsabilidade Integrada de Oftalmologia e coordenador do Centro de Referência Nacional de Onco-Oftalmologia (retinoblastoma e melanoma ocular), Joaquim Murta, entre outros profissionais ligados a esta área.

A iniciativa tem o apoio da Direção-Geral de Saúde, da Comissão do Plano Nacional para as Doenças Oncológicas, do Colégio da Especialidade de Oftalmologia da Ordem dos Médicos e da Acreditar (Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro).

Foi lançada esta terça-feira a campanha nacional de sensibilização para o retinoblastoma e seu diagnóstico precoce. «Pare e olhe nos olhos» é o nome da iniciativa que tem como alvo os profissionais de saúde, nomeadamente os médicos de Medicina Geral e Familiar e os pediatras 

Recorde-se que o retinoblastoma é um tipo de tumor raro que atinge o olho, mais concretamente a retina, sendo que cerca de 90% dos casos ocorrem em crianças abaixo dos 5 anos de idade.

19tm28h
09 de Julho de 2019
1928Pub3f19tm28h

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.09.2019

 Melhoria do SNS «cabe a todos»

Melhorar a qualidade de acesso, motivar os profissionais e aumentar a sua produtividade e reforçar o...

18.09.2019

Falta de medicamentos: Doentes alertam para «realidade assustadora»

Setenta associações de doentes enviaram uma carta ao Infarmed a alertar para a «realidade assustador...

por Teresa Mendes | 18.09.2019

 Curso de Atualização em Medicina Interna 2019 decorre de 18 a 23 de novemb...

Estão abertas as inscrições para o 2.º Curso de Atualização em Medicina Interna 2019, uma iniciativa...

por Teresa Mendes | 17.09.2019

Afinal, é a lei que limita fármacos inovadores a não ser perante risco imed...

Afinal, é a própria lei que limita as autorizações excepcionais para ter acesso aos fármacos inovado...

por Teresa Mendes | 17.09.2019

 Pelo menos 5 pessoas morrem a cada minuto devido a erros clínicos

No dia em que celebra o primeiro Dia Mundial para a Segurança do Doente (17 de setembro), a Organiza...

por Teresa Mendes | 17.09.2019

Só os neurónios mais viáveis sobrevivem no desenvolvimento do sistema nervo...

Ao contrário do pensado, não é o acaso que determina quais as células que irão formar o sistema nerv...

por Teresa Mendes | 16.09.2019

 Profissionais estão a «deixar de acreditar nesta forma única de organizaçã...

Prestes a iniciar o quarto trimestre de 2019, altura em que deveria estar a ser realizada a transiçã...

16.09.2019

Bastonária da OE chama Miguel Guimarães para ser ouvido no caso da sindicân...

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE), Ana Rita Cavaco, quer incluir, como testemunhas, o ex-mi...

por Teresa Mendes | 13.09.2019

Pela primeira vez em seis meses, a dívida à Indústria Farmacêutica diminuiu

Pela primeira vez em seis meses, o valor da dívida dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS)...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.