Apifarma lança «Prémio Cidadania em Saúde»

por Teresa Mendes | 15.07.2019

Galardão visa distinguir projectos das associações de doentes 
No âmbito das comemorações dos seus 80 anos, a Apifarma instituiu o «Prémio Cidadania em Saúde», que visa distinguir os projetos das associações de doentes em quatro áreas distintas: «Prevenção, Diagnóstico e Literacia em Saúde», «Contributo para a Sociedade», «Inovação» e «Empreendedorismo», num valor total de 40 mil euros, montante a repartir igualmente por cada uma das temáticas a concurso.

Num comunicado, a Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica informa que podem candidatar-se as associações de doentes portuguesas inscritas na lista oficial do Serviço Nacional de Saúde.

A área «Prevenção, Diagnóstico e Literacia em Saúde» destina-se aos projetos que permitam «o desenvolvimento de sistemas de prevenção e diagnóstico da doença e de incremento de processos de melhoria na informação prestada aos doentes».

A Apifarma instituiu o «Prémio Cidadania em Saúde», que visa distinguir os projetos das associações de doentes em quatro áreas distintas: «Prevenção, Diagnóstico e Literacia em Saúde», «Contributo para a Sociedade», «Inovação» e «Empreendedorismo» 

O tema «Contributo para a Sociedade» tem em vista os projetos que «permitam a criação de condições que visem a reintegração do doente na sociedade, como cidadão responsável e produtivo, e que permitam ganhos em saúde e financeiros para o Doente e para a sociedade».

A área «Inovação» destina-se aos projetos «que se distingam pelo carácter inovador e diferenciador no tratamento e cuidado com os doentes, e que possam constituir uma boa prática para outras associações».

Já a temática do «Empreendedorismo» visa os projetos que permitam às associações de doentes «obter financiamentos alternativos para as suas atividades, em especial na gestão e desenvolvimento das próprias associações e na criação de condições logísticas para o apoio ao doente».

As candidaturas estão abertas até ao próximo dia 30 de Setembro.
O regulamento está disponível para consulta aqui.

19tm29a
15 de Julho de 2019
1929Pub2f19tm29a

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 06.12.2019

 EPE estavam em falência técnica no ano passado

Em 2018, metade dos hospitais EPE do país encontrava-se em falência técnica, segundo uma análise do...

06.12.2019

Chefes de cirurgia de Faro recusam fazer urgências a partir de 1 de janeiro

A partir de 1 de janeiro de 2020, os chefes de equipa de Cirurgia do Hospital de Faro vão deixar de...

por Teresa Mendes | 06.12.2019

 Sarampo matou mais de 140 mil pessoas no mundo em 2018

Em 2018, o sarampo foi responsável pela morte de mais de 140.000 pessoas, segundo novas estimativas...

por Teresa Mendes | 06.12.2019

«Não existem cigarros eletrónicos nem produtos de tabaco seguros»

«Não existem cigarros eletrónicos nem produtos de tabaco seguros, nomeadamente tabaco aquecido. Apre...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

ADSE passa a ser tutelada pelo Ministério da Administração Pública

A ADSE já não é da tutela do Ministério da Saúde. Segundo o regime da organização e funcionamento do...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

 Reduzir o colesterol mais cedo pode diminuir risco cardiovascular mais tar...

Reduzir os níveis de colesterol com medicamentos em pessoas com menos de 45 anos pode reduzir o risc...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.