Governo autoriza abertura de mais 446 camas de cuidados continuados

por Teresa Mendes | 15.07.2019

Acréscimo de 25% face às camas em funcionamento em 2015
 O Governo autorizou a abertura de mais 446 camas de cuidados continuados integrados, que podem começar a funcionar a partir de 1 de agosto, aumentando a capacidade atual da rede de 8888 para um total de 9334 camas em 2019.

Num comunicado publicado esta sexta-feira no Portal do SNS, o Ministério da Saúde informa que «a abertura da totalidade destas respostas vai representar um acréscimo de 25% face às camas em funcionamento em 2015».

Segundo o despacho dos Gabinetes da secretária de Estado da Saúde, do secretário de Estado do Orçamento e da secretária de Estado da Segurança Social, que será publicado nos próximos dias, «estas camas poderão começar a funcionar a partir de 1 de agosto».

Os contratos-programa a celebrar para o triénio 2019-2021 preveem a abertura de 91 camas na zona Norte, 150 no Centro, 185 em Lisboa e Vale do Tejo, 9 no Alentejo e 11 no Algarve.
A maior parte das respostas são em Unidades de Média Duração e Reabilitação e de Longa Duração e Manutenção.

O Governo autorizou a abertura de mais 446 camas de cuidados continuados integrados, que podem começar a funcionar a partir de 1 de agosto, aumentando a capacidade atual da rede de 8888 para um total de 9334 camas em 2019 

Este anúncio surgiu no mesmo dia em que o primeiro-ministro, António Costa, inaugurou a primeira unidade de internamento de média e longa duração em Lisboa - a Unidade de Cuidados Continuados Integrados São Roque - onde esteve acompanhado pelos ministros da Saúde, Marta Temido, e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva.

Esta unidade de internamento tem 44 camas e representou um investimento de quase 3,5 milhões de euros feito pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

19tm29d
15 de Julho de 2019
1929Pub2f19tm29d

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 06.12.2019

 EPE estavam em falência técnica no ano passado

Em 2018, metade dos hospitais EPE do país encontrava-se em falência técnica, segundo uma análise do...

06.12.2019

Chefes de cirurgia de Faro recusam fazer urgências a partir de 1 de janeiro

A partir de 1 de janeiro de 2020, os chefes de equipa de Cirurgia do Hospital de Faro vão deixar de...

por Teresa Mendes | 06.12.2019

 Sarampo matou mais de 140 mil pessoas no mundo em 2018

Em 2018, o sarampo foi responsável pela morte de mais de 140.000 pessoas, segundo novas estimativas...

por Teresa Mendes | 06.12.2019

«Não existem cigarros eletrónicos nem produtos de tabaco seguros»

«Não existem cigarros eletrónicos nem produtos de tabaco seguros, nomeadamente tabaco aquecido. Apre...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

ADSE passa a ser tutelada pelo Ministério da Administração Pública

A ADSE já não é da tutela do Ministério da Saúde. Segundo o regime da organização e funcionamento do...

por Teresa Mendes | 05.12.2019

 Reduzir o colesterol mais cedo pode diminuir risco cardiovascular mais tar...

Reduzir os níveis de colesterol com medicamentos em pessoas com menos de 45 anos pode reduzir o risc...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.