A fome no mundo está a crescer há três anos, alerta a ONU

17.07.2019

Excesso de peso e a obesidade também estão a aumentar 
Após décadas de declínio constante, a fome no mundo está a crescer há três anos consecutivos, tendo afetado 821,6 milhões de pessoas em 2018, segundo um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado esta segunda-feira. Paradoxalmente, o excesso de peso e a obesidade também estão a aumentar.

«O Estado da Insegurança Alimentar e Nutricional no Mundo em 2019» é o nome do documento anual lançado por cinco agências da ONU. 

Os números gerais desta publicação anual revelam que uma em cada nove pessoas não tinha o suficiente para comer em 2018.
Além disso, demonstra que durante 2018, mais de dois mil milhões de pessoas em todo o mundo, das quais 8% vivem na América do Norte e na Europa, não tiveram um acesso regular a alimentos suficientes, seguros e nutritivos, ou seja, viveram numa situação de insegurança alimentar moderada ou grave.

Após décadas de declínio constante, a fome no mundo está a crescer há três anos consecutivos, tendo afetado 821,6 milhões de pessoas em 2018, segundo um relatório da ONU 

Os autores concluem igualmente que um em cada sete bebés nasceram abaixo do peso e que 21,9% das crianças menores de cinco anos foram afetadas por estatura baixa em todo o mundo.

O flagelo da fome continua a persistir em vários continentes. África é o mais afetado, com cerca de 20% da população afetada. Segue-se a Ásia, com mais de 12% da população afetada e a América Latina e Caraíbas, com aproximadamente 7% da população atingida. 

Paradoxalmente, o relatório observou que o excesso de peso e a obesidade continuam também a aumentar em todo o mundo, especialmente nos menores em idade escolar e nos adultos. 

No ano que passou, cerca de 338 milhões de crianças e adolescentes apresentavam sinais de excesso de peso e um em cada oito adultos no mundo eram obesos, o que representa cerca de 672 milhões de pessoas.

19tm29L
17 de Julho de 2019
1929Pub4f19tm29L

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.