Unidade «terá uma elevada gama de recursos tecnológicos», garante ministra 

por Teresa Mendes | foto de "DR" https://www.portugal.gov.pt/ | 26.07.2019

Unidade «terá uma elevada gama de recursos tecnológicos», garante ministra
 O Conselho de Ministros (CM) autorizou, esta quinta-feira, a realização de despesa referente à celebração do contrato da empreitada da obra pública da construção do novo Hospital Central do Alentejo, pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo.

Na conferência de imprensa após a reunião do CM, a ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que esta resolução «vem autorizar a ARS do Alentejo a assumir a realização de despesa no montante máximo de cerca de 150 milhões de euros, determinando ainda a repetição de encargos em quatro anos (2020, 2021, 2022 e 2023)».

A governante sublinhou que este novo hospital vai substituir o atual hospital do Espírito Santo de Évora e «funcionar como Hospital Central para toda a região do Alentejo», acrescentando que «terá uma elevada gama de recursos tecnológicos».

O Hospital Central do Alentejo vai «responder às necessidades de toda a população do Alentejo, reduzindo significativamente o recurso a cuidados fora da região, quer ao nível das camas de Cuidados Intensivos e Intermédios, quer ao nível das salas de bloco operatório e de recobro», destacou.

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que esta resolução «vem autorizar a ARS do Alentejo a assumir a realização de despesa no montante máximo de cerca de 150 milhões de euros, determinando ainda a repetição de encargos em quatro anos (2020, 2021, 2022 e 2023)» 

«Por outro lado, o projeto tem uma incidência significativa de áreas de ambulatório, acompanhando as modernas tendências de prestação de cuidados, e irá garantir um conjunto de novas especialidades como a Cirurgia plástica, vascular, Imunoalergologia, Infeciologia e Neurologia, entre outras», informou.

Também na área da Saúde, o CM aprovou ainda a aquisição, pela Universidade de Coimbra, de dois equipamentos de tomografia por emissão de positrões (PET) e do sistema de informação associado.

O comunicado do CM pode ser lido aqui.

19tm30q
26 de Julho de 2019
1930Pub6f19tm30q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 «Day at the Cath Lab»

 A Unidade de Hemodinâmica e Intervenção Cardiovascular (UHICV) do Hospital de Santo André (Centro H...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 Deixar de fumar um mês antes de uma cirurgia permite melhor recuperação

Os fumadores que deixem de fumar pelo menos um mês antes de uma cirurgia têm menores probabilidades...

23.01.2020

Coronavírus: Portugal activa os dispositivos de saúde pública de prevenção

Portugal já ativou os dispositivos de saúde pública de prevenção ao coronavírus proveniente da China...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

Nomeados os membros da Direção da Competência em Ecografia Obstétrica Difer...

Diferenciada  Já estão nomeados todos os membros da Direção do Colégio da Competência em Ecografia O...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

Hospitalização domiciliária no CHULN arranca em fevereiro

A partir de 3 de fevereiro, o Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte (CHULN) vai começar a...

por Teresa Mendes | 22.01.2020

 Hospital de S. João implanta dispositivo inovador em doentes com Parkinson

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) implantou esta terça-feira um dispositivo médi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.