Tutela autoriza contratação de 1424 profissionais para os hospitais do SNS

05.08.2019

Médicos ficam de fora porque estão sujeitos a regime específico 
O Ministério da Saúde e o Ministério das Finanças assinaram esta quinta-feira, um despacho conjunto a autorizar a contratação de 1424 profissionais - 552 enfermeiros, 162 assistentes operacionais e 710 assistentes técnicos -, com contratos sem termo, para hospitais e Unidades Locais de Saúde. De acordo com a notícia avançada hoje pelo Público, o processo de seleção deverá arrancar já esta semana. 

Os médicos não são abrangidos pelo diploma porque estão sujeitos a um regime de contratação específico.

Com a autorização para a contração de 1442 profissionais para a generalidade dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), «fica definitivamente reposta a capacidade que tinha sido afetada com a passagem para as 35 horas», disse hoje à agência Lusa o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos.

Com a autorização para a contração de 1442 profissionais «fica definitivamente reposta a capacidade que tinha sido afetada com a passagem para as 35 horas», disse Francisco Ramos

Contudo, nem todas as unidades de saúde nacionais vão poder proceder a estas contratações.
«Não serão todas, mas uma boa percentagem, eu diria que cerca de 40 hospitais e ULS vão poder contratar», explicou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde ao jornal Público.

As contratações vão variar entre oito e 200 para cada unidade de saúde. «Por exemplo, o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, vai poder contratar 115 enfermeiros, 75 assistentes operacionais e 24 assistentes técnicos», adiantou o governante.

Num comunicado o Ministério de Saúde reconhece a recuperação do SNS «como um dos principais desafios de curto e médio prazo» e os recursos humanos como «um dos pilares» em que têm vindo a ser adotadas algumas medidas.

19tm32a
05 de Agosto de 2019
1932Pub2f19tm32a

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 Morrem prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição

Em 2016, morreram prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição do ar. A conclusã...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 USF modelo B: Regime retributivo «deve ser alargado a todos os profissiona...

O Conselho Consultivo da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) considera, no q...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

Bypass gástrico antes de engravidar reduz risco de defeitos congénitos majo...

As crianças nascidas de mulheres submetidas a bypass gástrico antes de engravidar tiveram um menor r...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Médicos contestam manutenção de Marta Temido na pasta da Saúde

Após um ano marcado pela contestação, Marta Temido vê o seu mandato como ministra da Saúde renovado...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.