Reabilitação respiratória: DGS quer melhorar a oferta e acesso nos CSP

por Teresa Mendes | 09.08.2019

Documento defende que coordenação deve ser assegurada pelo médico de MGF
A Direção-Geral da Saúde (DGS) publicou, esta quinta-feira, uma Orientação Técnica sobre a referenciação dos doentes respiratórios crónicos para os Programas de Reabilitação Respiratória.

O objetivo é dar seguimento a um despacho da Tutela que em 2016 determinava que as ARS deveriam assegurar, até final de 2017, que todos os Agrupamentos de Centros de Saúde possuíam acesso a estes programas.

«A existência de doentes respiratórios crónicos com indicações claras para reabilitação respiratória (RR), mas sem acesso a estes tratamentos, não está em conformidade com as boas práticas clínicas», salienta o documento da DGS, acrescentando que «existe a necessidade de melhorar a oferta, a equidade do acesso e a capacidade de resposta destes programas, quer em meio hospitalar, quer ao nível dos Cuidados de Saúde Primários (CSP) e da Comunidade».

A Orientação incentiva a implementação dos PRR nos CSP, de forma a aumentar a acessibilidade destes doentes no âmbito do SNS e considera que «a Coordenação do Programa deve ser assegurada pelo médico de Medicina Geral e Familiar (MGF), que se deve articular com o pneumologista ou o fisiatra responsável pelos PRR do hospital da área de referência».

«A existência de doentes respiratórios crónicos com indicações claras para reabilitação respiratória (RR), mas sem acesso a estes tratamentos, não está em conformidade com as boas práticas clínicas», salienta a DGS 
 
O documento, que pode ser acedido aqui estabelece ainda quais as indicações e contraindicações para a RR, a seleção dos candidatos aos PRR; os exames complementares a requisitar na avaliação inicial; o local onde realizar o PRR; e os requisitos mínimos para implementar um PRR nos CSP. 

19tm32t
09 de Agosto de 2019
1932Pub6f19tm32t

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Carlos Mesquita | 10.07.2019

 20 anos do ATLS em Portugal

Artigo de Carlos Mesquita<br /> <br /> Os evidentes progressos das quatro últimas décadas em Portu...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

 Abertas as candidaturas para a conferência «SNS no Feminino»

A Associação Portuguesa Para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH) está a organizar a conferência «SNS...

por Teresa Mendes | 21.08.2019

SCML inaugura Unidade de medicina dentária pediátrica gratuita

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) inaugurou esta terça-feira, o Serviço Odontopediátrico...

21.08.2019

Ministra da Saúde defende reorganização das maternidades no país

 A ministra da Saúde defendeu, esta terça-feira, uma reorganização das maternidades do País, reconhe...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Governo autoriza 22,5 milhões para a nova ala pediátrica

Uma Portaria publicada esta segunda-feira no Diário da República autoriza o Hospital de São João a «...

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Celebrados os 40 anos do SNS 

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi criado há 40 anos, tornando o acesso a cuidados de saúde «gera...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

 Descoberto novo mecanismo na pele sensível à dor

Investigadores do Karolinska Institutet, Suécia, descobriram um novo mecanismo sensorial na pele cap...

por Teresa Mendes | 19.08.2019

IFDC 2019 decorre de 15 a 18 de outubro, em Lisboa

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), através do seu Departamento de Alimentaçã...

por Teresa Mendes | 17.08.2019

Comissão Europeia lança apelo para encontrar especialistas na área de eHeal...

A Comissão Europeia (CE) lançou um apelo à manifestação de interesse no domínio da Saúde, com o obje...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.