Urgência de Ortopedia do CHMA sem médicos suficientes

por Teresa Mendes | 12.08.2019

Há dias em que nenhum elemento está escalado, denuncia o SIM
A urgência de Ortopedia do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA) está «sem médicos suficientes para a segurança dos doentes», alerta o Sindicato Independente dos Médicos, num comunicado divulgado este domingo.

De acordo com o SIM, «inúmeras exposições têm vindo a ser feitas, nomeadamente à Ordem dos Médicos e ao conselho de administração, no se refere à insuficiência de recursos humanos nas escalas de urgência de Ortopedia do CHMA».

Na nota, o sindicato informa que essas escalas «são constituídas por dois elementos (quando o recomendado são três elementos)», embora, «na prática muitas vezes (ou a maioria) se resume a um elemento na totalidade das 24h de Serviço de Urgência ou parcialmente, havendo dias em que nenhum elemento está escalado, ficando o Serviço de Urgência do CHMA sem Urgência de Ortopedia nesses dias, o que implica que os doentes com necessidade de cuidados de Ortopedia tenham de ser transferidos para o Hospital de Braga e Hospital de São João, com a consequente sobrecarga dos respetivos Serviços de Urgência».

A urgência de Ortopedia do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA) está «sem médicos suficientes para a segurança dos doentes», alerta o Sindicato Independente dos Médicos

Conclui o SIM que este serviço classificado como Urgência Médico-Cirúrgica afinal é «um logro» estando a ser oferecido aos doentes «gato por lebre».

Os problemas de climatização daquele centro hospitalar também sido uma preocupação, contando o sindicato que tem recebido «várias denúncias relacionadas com a deficiente climatização das instalações, nomeadamente dos blocos operatórios e do Serviço de Urgência, dificultando o trabalho dos profissionais de saúde e o bem-estar dos utilizadores».

19tm33a
12 de Agosto de 2019
1933Pub2f19tm33a

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Médicos contestam manutenção de Marta Temido na pasta da Saúde

Após um ano marcado pela contestação, Marta Temido vê o seu mandato como ministra da Saúde renovado...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Só metade dos profissionais de saúde se vacinou contra a gripe, alerta SPP

A propósito da época da vacinação contra a gripe que teve o seu início esta segunda-feira, a Socieda...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

15.10.2019

 Advanced Health Education pretende promover a formação ao longo da vida

 Os profissionais de saúde terão a partir de abril uma nova oferta para pós-graduações profissionali...

por Teresa Mendes | 15.10.2019

 Tribunal decidiu pela improcedência da providência cautelar da OE

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar requerida pela Ordem...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.