Celebrados os 40 anos do SNS 

por Teresa Mendes | 20.08.2019

Ministério da Saúde lança portal comemorativo
O Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi criado há 40 anos, tornando o acesso a cuidados de saúde «geral, universal e gratuito». Para marcar a data, o Ministério da Saúde lançou esta segunda-feira um novo portal online.

O site recorda a criação do SNS, a 15 de setembro de 1979, destacando a «grande reforma, realizada por António Arnaut», sendo que a «audácia dos seus criadores» trouxe «uma das mais importantes conquistas do regime democrático e um importante pilar da sua legitimação».

O novo portal homenageia cerca de duas dezenas de ministros ao longo dos 40 anos do SNS.

O site recorda a criação do SNS, a 15 de setembro de 1979, destacando a «grande reforma, realizada por António Arnaut», sendo que a «audácia dos seus criadores» trouxe «uma das mais importantes conquistas do regime democrático e um importante pilar da sua legitimação»

Numa mensagem publicada no novo site, a ministra Marta Temido recupera as palavras do fundador António Arnaut para descrever que o SNS mudou Portugal: «melhorou a qualidade de vida, a justiça social, a confiança e a dignidade dos portugueses.»

Com o SNS, o acesso a cuidados passou a ser universal, porque garante o direito à saúde a todos, independentemente da sua condição económico-social. Passou também a ser gratuito, embora financiado pelos contribuintes.

O portal traça ainda uma cronologia dos últimos 40 anos do SNS, começando na sua criação, em 1979, até aos dias de hoje, em 2019, com o projeto de «um modelo de gestão autónoma para os hospitais».

A erradicação mundial da varíola, em 1980, a carreira de enfermagem, a aprovação da Lei de Bases da Saúde de 1990, o início do programa de transplantes hepáticos e a introdução de novas vacinas são algumas das efemérides ou conquistas assinaladas na cronologia.

O portal está disponível aqui.

19tm34e
20 de Agosto de 2019
1934Pub3f19tm34e

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 18.11.2019

 Cuidados continuados com melhor resposta em 2018

Em 2018 registou-se um reforço no número de lugares de internamento nos cuidados continuados, com um...

por Teresa Mendes | 18.11.2019

 Luís Filipe Macedo é o novo diretor do Programa para as Doenças Cérebro-ca...

Luís Filipe Macedo, assistente hospitalar graduado sénior em Cardiologia do Centro Hospitalar Univer...

por Teresa Mendes | 18.11.2019

 Entregues galardões das 63.ª edição dos Prémios Pfizer

Os avanços nas áreas do autismo e do cancro da mama foram distinguidos na 63.ª edição dos Prémios Pf...

por Teresa Mendes | 18.11.2019

 Ordem e sindicatos contra obrigatoriedade da permanência no setor público

O tema não é novo. No Programa do Governo já estava inscrita a «adoção de novos modelos de organizaç...

15.11.2019

Existem enormes disparidades na disponibilização dos fármacos inovadores

Há hospitais portugueses que chegam a demorar até quatro meses a disponibilizar medicamentos inovado...

por Teresa Mendes | 15.11.2019

 Lítio pode reverter os danos da radiação após o tratamento de tumores cere...

É sabido que as crianças que receberam radioterapia para um tumor cerebral podem vir a desenvolver p...

por Teresa Mendes | 15.11.2019

 Apifarma celebra 80 anos com a presença da ministra da Saúde

As associações Alzheimer Portugal, de Apoio aos Traumatizados Crânio-Encefálicos e Suas Famílias, de...

por Teresa Mendes | 14.11.2019

«A maior urgência do país não pode fechar», diz bastonário

Após uma visita esta quarta-feira ao hospital de Santa Maria, o bastonário da Ordem dos Médicos (OM)...

por Teresa Mendes | 14.11.2019

Infarmed alarga leque de fármacos com limitações à exportação

O Infarmed atualizou esta quarta-feira a lista de medicamentos abrangidos pela notificação prévia de...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.