O Estado vai comparticipar a 100% leite adaptado para crianças alérgicas

por Teresa Mendes | 09.09.2019

Falta apenas um despacho com o preço máximo para medida avançar 
 O Estado vai comparticipar a 100% leite adaptado para crianças alérgicas, de acordo com a Portaria publicada hoje no Diário da República.
Contudo, a medida, que está prevista no Orçamento do Estado, fica ainda a aguardar por um despacho com o preço máximo para poder avançar. 

A Portaria que prevê a prescrição por pediatras nos hospitais públicos e dispensa exclusiva nas farmácias de oficina, estabelece então o regime excecional de comparticipação do Estado no preço das fórmulas elementares destinadas às crianças com alergia às proteínas do leite de vaca (APLV), enquanto beneficiárias do Serviço Nacional de Saúde.

«A dieta com eliminação completa de proteínas do leite de vaca através de alimentos com fins medicinais específicos é atualmente a estratégia mais segura para a gestão da APLV, devendo ser iniciada o mais precocemente possível após o diagnóstico.

O Estado vai comparticipar a 100% leite adaptado para crianças alérgicas, de acordo com a Portaria publicada hoje no Diário da República. Contudo, a medida, que está prevista no Orçamento do Estado, fica ainda a aguardar por um despacho com o preço máximo para poder avançar

Considerando as condições clínicas específicas de utilização das fórmulas elementares e o impacto da sua não utilização, é premente que o Estado possa assegurar o seu fornecimento sem custos para o doente», lê-se no diploma que pode ser consultado aqui.

19tm37c
09 de Setembro de 2019
1937Pub2f19tm37c

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 15.11.2019

 Apifarma celebra 80 anos com a presença da ministra da Saúde

As associações Alzheimer Portugal, de Apoio aos Traumatizados Crânio-Encefálicos e Suas Famílias, de...

15.11.2019

Existem enormes disparidades na disponibilização dos fármacos inovadores

Há hospitais portugueses que chegam a demorar até quatro meses a disponibilizar medicamentos inovado...

por Teresa Mendes | 15.11.2019

 Lítio pode reverter os danos da radiação após o tratamento de tumores cere...

É sabido que as crianças que receberam radioterapia para um tumor cerebral podem vir a desenvolver p...

por Teresa Mendes | 15.11.2019

«Esperança» é a protagonista da nova campanha da Pulmonale

O cancro do pulmão é um dos tumores malignos que mais mata. Contudo, é também um dos que mais tem be...

por Teresa Mendes | 14.11.2019

«A maior urgência do país não pode fechar», diz bastonário

Após uma visita esta quarta-feira ao hospital de Santa Maria, o bastonário da Ordem dos Médicos (OM)...

por Teresa Mendes | 14.11.2019

Infarmed alarga leque de fármacos com limitações à exportação

O Infarmed atualizou esta quarta-feira a lista de medicamentos abrangidos pela notificação prévia de...

por Teresa Mendes | 14.11.2019

 Portugal tem mais de 600 novos casos de diabetes por cada 100 mil habitant...

 Nos últimos três anos (2016 a 2018) continuou a verificar-se «um número muito elevado de novos caso...

por Teresa Mendes | 14.11.2019

 DGS cria Task-Force para as Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST)

A Direção-Geral da Saúde (DGS) constituiu uma Task-Force para as Infeções Sexualmente Transmissíveis...

por Teresa Mendes | 13.11.2019

Centro Hospitalar de Leiria dispõe de um novo Serviço de Reumatologia

O Centro Hospitalar de Leiria (CHL) dispõe de um novo Serviço de Reumatologia, que visa a prestação...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.