Demitem-se dez chefes de equipa de urgência do Hospital Garcia de Orta

por Teresa Mendes | 13.09.2019

Profissionais estão contra retirar a Cirurgia Geral da presença física no SU
Demitiram-se dez chefes de equipa de urgência do Hospital Garcia de Orta, em Almada, segundo a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI).
Num comunicado, divulgado esta quinta-feira, aquela sociedade explica que na base das demissões está a decisão do conselho de administração de retirar a Cirurgia Geral da presença física no Serviço de Urgência (SU).

Na nota à Imprensa, assinada pelo presidente da SPMI, João Araújo Correia, a Sociedade salienta que a Medicina Interna do HGO «tem dado provas de enorme capacidade de trabalho e iniciativa, sendo considerada como exemplo no caso da hospitalização domiciliária», alertando que retirar a Cirurgia Geral da presença física no Serviço de Urgência «levará a um esgotamento ainda maior dos Internistas na Urgência, para além de pôr em perigo os doentes do foro cirúrgico, que ficam dispersos numa amálgama de doentes ainda maior!»

A SPMI alerta que retirar a Cirurgia Geral da presença física no Serviço de Urgência «levará a um esgotamento ainda maior dos Internistas na Urgência, para além de pôr em perigo os doentes do foro cirúrgico, que ficam dispersos numa amálgama de doentes ainda maior!» 

Expressando «toda a sua solidariedade» aos médicos demissionários, a SPMI diz ainda esperar que o «conselho de administração reveja rapidamente a decisão tomada, porque estão em causa o desrespeito pelos especialistas de Medicina Interna e, mais do que tudo, a assistência médica segura a que todos temos direito».

Entretanto, numa nota enviada à Lusa, o conselho de administração (CA) do HGO refere o grupo de médicos já foi recibo e que, nessa reunião, «foram esclarecidas as dúvidas existentes e assumido o compromisso, por parte do CA, de adoção de medidas possíveis, neste momento, para ajudar a resolver as questões e as situações colocadas».

Está já agendada uma nova reunião com para a «primeira quinzena de outubro». 

19tm37t
13 de Setembro de 2019
1937Pub6f19tm37t

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.10.2019

Investigação portuguesa comprova impacto da redução do consumo de sal na sa...

Um estudo inédito em Portugal concluiu que «a diminuição da ingestão de sal e o aumento da ingestão...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 Morrem prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição

Em 2016, morreram prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição do ar. A conclusã...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 USF modelo B: Regime retributivo «deve ser alargado a todos os profissiona...

O Conselho Consultivo da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) considera, no q...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

por Teresa Mendes | 15.10.2019

 Ordem dos Médicos anuncia regulamento aos Prémios Sopeam

A Ordem dos Médicos anunciou o regulamento dos Prémios da Sociedade Portuguesa de Escritores e Artis...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.