Bastonária da OE chama Miguel Guimarães para ser ouvido no caso da sindicância

16.09.2019

Ana Rita Cavaco pede que sejam ouvidas 10 testemunhas 
A bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE), Ana Rita Cavaco, quer incluir, como testemunhas, o ex-ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, o ex-secretário de Estado, Fernando Araújo, e o atual bastonário da Ordem dos Médicos, na sindicância ordenada pelo Ministério.

Esta é uma das novidades que constam da resposta formal entregue esta sexta-feira pelo advogado da Ordem depois de, em julho, a sindicância ter concluído que há motivos para dissolver os órgãos sociais da OE.

Nesta resposta, que foi divulgada pela SIC, a bastonária garante justificar as despesas que a sindicância apontou terem sido feitas de forma ilegal e pede que se ouçam 10 testemunhas.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE), Ana Rita Cavaco, quer incluir, como testemunhas, o ex-ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, o ex-secretário de Estado, Fernando Araújo, e o atual bastonário da Ordem dos Médicos, na sindicância ordenada pelo Ministério 

Entre as testemunhas estão o antecessor da atual ministra, Adalberto Campos Fernandes, segundo a OE com o objetivo de provar que é «ridícula» a imputação de exercício de atividade sindical.

A audição do ex-secretário de Estado, Fernando Araújo, é «importante», diz a Ordem, «para demonstrar como a atual ministra tem, e sempre teve, já como presidente da ACSS, em 2017, uma determinação e um interesse particular numa sindicância à Ordem dos Enfermeiros, o que chegou a solicitar ao então secretário de Estado».

Quanto ao bastonário dos médicos, Miguel Guimarães, na resposta à sindicância a OE argumenta que não pode ser acusada de estar a «imiscuir-se» na regulação das relações económicas e sociais com a exigência de revisão de contrato coletivo de trabalho pois as iniciativas «não se diferenciam, por exemplo, das praticadas pela Ordem dos Médicos e que não mereceram qualquer sindicância».

19tm38c
16 de Setembro de 2019
1938Pub2f19tm38c

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 11.12.2019

3.º Fórum do Conselho Nacional de Saúde decorre a 16 de dezembro

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) organiza, no próximo dia 16 de dezembro, no Auditório António de...

por Teresa Mendes | 10.12.2019

 Ordem lamenta que ministra esconda realidade do Algarve

Em resposta às declarações da ministra da Saúde, que na passada sexta-feira disse, na sequência dos...

por Teresa Mendes | 10.12.2019

 Risco de queda passa a ser avaliado em todos os doentes internados

Por proposta conjunta do Departamento da Qualidade na Saúde, da Ordem dos Médicos e da Ordem dos Enf...

por Teresa Mendes | 10.12.2019

Suplemento devido desde 2009 às autoridades de saúde do país nunca foi pago

Há 10 anos que os médicos que exercem o poder de autoridade de saúde deveriam estar a receber um sup...

por Teresa Mendes | 10.12.2019

 Instituto Ricardo Jorge celebra 120 anos

No próximo dia 17 de dezembro, assinala-se o Dia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge...

por Teresa Mendes | 09.12.2019

Afinal, a cesariana não aumenta o risco de obesidade na criança

As crianças nascidas através de cesariana não têm, afinal, uma probabilidade aumentada de virem a de...

por Teresa Mendes | 09.12.2019

Idoneidade e capacidades formativas: Grupo de trabalho vai criar manual com...

O Ministério da Saúde decidiu criar um grupo de trabalho para a elaboração de um manual de regras e...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.