«Queremos que o hospital saia de portas»

16.09.2019

Governo quer alargar hospitalização domiciliária 
O Governo quer alargar a hospitalização domiciliária a todos os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), anunciou a ministra da Saúde em entrevista à agência Lusa, a propósito dos 40 anos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), assinalados este domingo.

Atualmente são cerca de 20 os hospitais com esta resposta, mas o objetivo é que todos os hospitais do sistema, perto de meia centena, tenham «a hospitalização domiciliária como resposta na sua carteira de serviços», afirmou Marta Temido.

Segundo a ministra, há hospitais de «grande dimensão», como o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, que ainda não têm esta valência, que foi pioneira no Hospital Garcia de Orta, em Almada.

Marta Temido explicou que no caso dos hospitais psiquiátricos e de reabilitação «o modelo poderá ter necessidade de adaptação».

Será também estudado o alargamento do número de camas no domicílio «em função das necessidades dos doentes». «É algo que temos que ir gerindo», informou a governante.

«Nós queremos manter as pessoas nas suas casas e queremos que o hospital saia de portas para ir a casa das pessoas», diz Marta Temido 

Este modelo, adiantou a ministra, veio romper com o paradigma instituído há 40 anos, que assentava na criação de mais camas nos hospitais.

«As expectativas das pessoas mudaram, os cidadãos tornaram-se mais informados, mais exigentes e naturalmente que isso traz uma pressão para a própria capacidade de resposta e para a forma como temos que responder em termos de tempo, de qualidade que é muito distinta da que existia há 40 anos», destacou.

Por isso, as respostas são hoje de outro tipo: «Nós queremos manter as pessoas nas suas casas e queremos que o hospital saia de portas para ir a casa das pessoas», observou.  

19tm38b
16 de Setembro de 2019
1938Pub2f19tm38b

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.10.2019

Investigação portuguesa comprova impacto da redução do consumo de sal na sa...

Um estudo inédito em Portugal concluiu que «a diminuição da ingestão de sal e o aumento da ingestão...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 Morrem prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição

Em 2016, morreram prematuramente em Portugal quase 6 mil pessoas devido à poluição do ar. A conclusã...

por Teresa Mendes | 17.10.2019

 USF modelo B: Regime retributivo «deve ser alargado a todos os profissiona...

O Conselho Consultivo da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) considera, no q...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Médicos contestam manutenção de Marta Temido na pasta da Saúde

Após um ano marcado pela contestação, Marta Temido vê o seu mandato como ministra da Saúde renovado...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

 Hospitais que criarem mais pagamentos em atraso devem ser auditados

O economista Pedro Pita Barros sugere ao novo Governo, prestes a iniciar funções, que passe a public...

por Teresa Mendes | 16.10.2019

Festival Mental 2019 é já em novembro, em Lisboa e Porto

Lisboa e Porto vão poder assistir ao Festival Mental em novembro.<br /> A inauguração é no dia 1 e...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.