Nobel da Medicina para descobertas sobre resposta das células ao oxigénio

por Teresa Mendes | 08.10.2019

Prémio foi atribuído a um trio de cientistas
O Prémio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2019 foi atribuído esta segunda-feira aos investigadores William G. Kaelin Jr., Sir Peter J. Ratcliffe e Gregg L. Semenza, pelas suas descobertas sobre «a forma como as células se adaptam e reagem às diferenças de oxigénio».

Num comunicado, o Comité do Nobel do Karolinska Institutet lembra que «a importância fundamental do oxigénio é conhecida há muito tempo, mas não se conhecia a forma como as células se adaptam à disponibilidade de oxigénio».

Os três laureados descobriram «como as células se sentem e se adaptam às mudanças nos níveis de oxigénio» e a sua investigação «identificou a maquinaria molecular que regula a atividade dos genes em resposta à variação dos níveis de oxigénio», destaca o Comité do Nobel na nota à Imprensa.

O trabalho destes investigadores «abre caminho para o desenvolvimento de novas estratégias para combater a anemia, o cancro e muitas outras doenças», destaca o Comité do Nobel 

«Estas descobertas pioneiras estabeleceram as bases para a nossa compreensão de como os níveis de oxigénio afetam o metabolismo celular e os processos fisiológicos», evidencia ainda o comunicado, acrescentando que o trabalho destes investigadores «abre caminho para o desenvolvimento de novas estratégias para combater a anemia, o cancro e muitas outras doenças».

William Kaelin, nascido em 1957, em Nova Iorque, é especialista em Medicina Interna e Oncologia. O seu compatriota Gregg Semenza, igualmente nascido em Nova Iorque, em 1955, é pediatra e o britânico Peter Ratcliffe nasceu em Lacashirem, em 1954, e é especialista em Nefrologia.

Recorde-se que os prémios Nobel nasceram da vontade do cientista e industrial sueco Alfred Nobel (1833-1896) em legar grande parte de sua fortuna a pessoas que trabalhem por «um mundo melhor». 

19tm41e
08 de Outubro de 2019
1941Pub3f19tm41e

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Zózimo Zorrinho | 10.07.2020

 «Alerta Doença Venosa»

Está em curso uma campanha de divulgação sob designação de «Alerta Doença Venosa», promovida pela  S...

por Zózimo Zorrinho | 10.07.2020

«Pandemia por SARS COV 2  e as respostas terapêuticas em estudo»

A pandemia por SARS COV 2  e as respostas terapêuticas em estudo bem como a garantia de segurança do...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Estudo mostra em humanos como as células adiposas humanas são afetadas pela...

O conhecimento da forma como o tecido adiposo humano é afetado pela idade tem sido definido por nume...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Médicos de saúde pública defendem contratação «urgente» de mais profissiona...

O presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública (ANMSP) defendeu esta quinta-feira...

por Teresa Mendes | 25.06.2020

Insa disponibiliza programa para avaliar a qualidade laboratorial do diagnó...

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa) passou a disponibilizar um novo programa d...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.