Entregues galardões das 63.ª edição dos Prémios Pfizer

por Teresa Mendes | 18.11.2019

Autismo e o cancro da mama foram as áreas distinguidas
Os avanços nas áreas do autismo e do cancro da mama foram distinguidos na 63.ª edição dos Prémios Pfizer, galardão que tem como objetivo contribuir para a dinamização da investigação em ciências da saúde.

Os troféus, no valor total de 50 mil euros, foram entregues esta quinta-feira, numa cerimónia que decorreu no Teatro Thalia, em Lisboa.

O Prémio Pfizer 2019 - Investigação Clínica foi atribuído à investigação coordenada pela investigadora Guadalupe Cabral, do Centro de Estudos de Doenças Crónicas (CEDOC) da NOVA Medical School | Faculdade de Ciências Médicas da Universidade NOVA de Lisboa, com um trabalho na área do cancro da mama, «uma das principais causas de morte por cancro de mulheres jovens», destaca uma nota à Imprensa.

Os avanços nas áreas do autismo e do cancro da mama foram distinguidos na 63.ª edição dos Prémios Pfizer, galardão que tem como objetivo contribuir para a dinamização da investigação em ciências da saúde 

Já a investigação liderada por João Peça, do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) e docente no Departamento de Ciências da Vida, FCT, Universidade de Coimbra, na área do autismo, foi indicada pelo júri da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa como o Prémio Pfizer 2019 – Investigação básica.

A cerimónia da entrega dos prémios contou com a presença do presidente da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa, Luís Graça e do diretor-geral da Pfizer Portugal, Paulo Teixeira. A palestra de abertura, sob o tema «A saúde da Ciência» foi proferida por Nadim Habib, Mestre em Economia pela London School of Economics, consultor internacional nas áreas de estratégia, inovação e criatividade e atualmente professor auxiliar convidado na Nova SBE.

Sobre os prémios

PRÉMIO PFIZER 2019 – INVESTIGAÇÃO BÁSICA 
«Abnormal mGluR-mediated synaptic plasticity and autism-like behaviours in Gprasp2 mutant mice»
Na categoria de investigação básica, o projeto vencedor é assinado pela equipa do Investigador João Peça, do Centro de Neurociências e Biologia Celular, FCT, Universidade de Coimbra, na área do autismo, recentemente publicado na revista Nature Communications. 
O trabalho focou-se na compreensão de um gene em particular - Gprasp2, um alvo molecular que regula uma via de sinalização neuronal que está alterada em vários casos de TEA.
«Com este estudo pretendemos ter um conhecimento mais profundo sobre determinados aspetos importantes da patologia do autismo. O nosso trabalho é o primeiro a olhar para o gene GPRASP2 em detalhe. Achamos que este é um alvo interessante pois poderá ser utilizado na regulação de múltiplas formas desta doença», descreve João Peça, líder da equipa de investigação, no comunicado.

PRÉMIO PFIZER 2019- INVESTIGAÇÃO CLÍNICA |
«HLA-DR in Cytotoxic T Lymphocytes predicts breast cancer patients' response to neoadjuvant chemotherapy»
O projeto distinguido na categoria de investigação clínica, liderado pela investigadora Guadalupe Cabral, foi publicado na revista Frontiers in Immunology no final de 2018. Esta investigação, resultante de uma colaboração com o Instituto CUF de Oncologia, no âmbito do TagusTANK, um consórcio da José de Mello Saúde/CUF com a Universidade NOVA de Lisboa, identificou um marcador preditivo de resposta à Quimioterapia Neoadjuvante em mulheres com cancro da mama.
Segundo a investigadora, «a implementação deste marcador na prática clínica, pode ajudar a decidir se a doente vai beneficiar do tratamento convencional ou se deve ser prontamente direcionada para um tratamento alternativo com maior probabilidade de sucesso».
    
19tm47c
18 de Novembro de 2019
1947Pub2f19tm47c

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 24.01.2020

Falta qualidade nos dados nos registos de saúde em Portugal

Documentação incompleta, indisponibilidade de materiais e recursos para auxiliar o processo de codif...

por Teresa Mendes | 24.01.2020

 USF Cortes de Almeirim dá médico de família a 2000 utentes

Foi inaugurada esta sexta-feira, a Unidade de Saúde Familiar (USF) Cortes de Almeirim. A cerimónia c...

por Teresa Mendes | 24.01.2020

Poderemos vir a ser amortais?»

A presidente do Instituto de Medicina Molecular, Maria Carmo-Fonseca, é a oradora da próxima FMUL Ta...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

Nomeados os membros da Direção da Competência em Ecografia Obstétrica Difer...

 Já estão nomeados todos os membros da Direção do Colégio da Competência em Ecografia Obstétrica Dif...

por Teresa Mendes | 23.01.2020

 Deixar de fumar um mês antes de uma cirurgia permite melhor recuperação

Os fumadores que deixem de fumar pelo menos um mês antes de uma cirurgia têm menores probabilidades...

23.01.2020

Coronavírus: Portugal activa os dispositivos de saúde pública de prevenção

Portugal já ativou os dispositivos de saúde pública de prevenção ao coronavírus proveniente da China...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.