Resistência aos antibióticos provoca 700 mil mortes por ano

26.11.2019

Campanha alerta para consumo excessivo de antibióticos
Todos os anos morrem 700 mil pessoas devido à resistência aos antibióticos, um número que deverá atingir os 50 milhões em 2050. Para combater estes números, a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) juntou-se à Reckitt Benckiser Healthcare numa campanha de sensibilização que alerta para os riscos do uso indevido de antibióticos.

«Responsabilidade é o Melhor Remédio» é o nome da campanha que tem como principal objetivo sensibilizar médicos, farmacêuticos e população em geral para a importância da utilização responsável do antibiótico. 

No âmbito desta iniciativa, foram já distribuídos milhares de materiais informativos, a alertar para a problemática, nas farmácias e centros de saúde portugueses.

«O panorama atual relativamente ao consumo de antibióticos é muito preocupante, tanto em Portugal como no resto do mundo, e a verdade é que estamos a caminhar rapidamente para uma situação insustentável.
A utilização excessiva destes medicamentos compromete o tratamento dos doentes, que fica limitado quando estes necessitam verdadeiramente de tomar antibióticos», alerta Rui Nogueira, presidente da APMGF, citado num comunicado à Imprensa.

«Responsabilidade é o Melhor Remédio» é o nome da campanha que tem como principal objetivo sensibilizar médicos, farmacêuticos e população em geral para a importância da utilização responsável do antibiótico

«Sabemos, por exemplo, que 80% das dores de garganta são causadas por vírus, situações em que os antibióticos não são eficazes.
Uma inflamação na garganta inclui sintomas como a dor, a vermelhidão, o inchaço e o calor, que podem durar entre 3 a 7 dias, devendo a pessoa melhorar após esse período.
Este é um dos exemplos em que a utilização do antibiótico não é eficaz, um facto que grande parte da população desconhece.
A mudança deve começar nos profissionais de saúde, mas uma população informada é, também, uma população mais responsável», conclui o responsável.
    
19tm48e
26 de Novembro de 2019
1948Pub3f19tm48e

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

 Impacto da COVID-19 nos Sistemas de Saúde dos PALOP 

 «Conhecer, Organizar, Vencer, Investigar e Diagnosticar» é o lema do ciclo de WebSeminars, organiza...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Zózimo Zorrinho | 01.07.2020

Ministra da Saúde reconhece limitações na área da Saúde  Pública

A ministra da Saúde reconheceu esta quarta-feira limitações na área da saúde pública na Região de Li...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Estudo mostra em humanos como as células adiposas humanas são afetadas pela...

O conhecimento da forma como o tecido adiposo humano é afetado pela idade tem sido definido por nume...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Médicos de saúde pública defendem contratação «urgente» de mais profissiona...

O presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública (ANMSP) defendeu esta quinta-feira...

por Teresa Mendes | 25.06.2020

Insa disponibiliza programa para avaliar a qualidade laboratorial do diagnó...

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa) passou a disponibilizar um novo programa d...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.