Prémio de 10 mil euros distingue investigação sobre insuficiência renal crónica

por Teresa Mendes | 29.11.2019

Candidaturas abertas até ao dia 31 de dezembro de 2019
Estão abertas as candidaturas, até ao próximo dia 31 de dezembro, ao Prémio de Investigação Anadial – SPN, um galardão na área da Nefrologia, no valor de 10 mil euros, promovido pela Associação Nacional de Centros de Diálise (Anadial) e Sociedade Portuguesa de Nefrologia (SPN).

«Este Prémio pretende incentivar à realização de trabalhos científicos que permitam estudar e diminuir a elevada incidência de doentes com insuficiência renal crónica em Portugal, sobretudo nos estádios mais avançados, e por outro lado, colmatar a ausência de investigações clínicas e estudos epidemiológicos nesta área», explica Jaime Tavares, presidente da Anadial, citado num comunicado.

«Esperamos que este Prémio, o maior na área da Nefrologia, consiga estimular a investigação científica e distinguir os investigadores portugueses que estão dedicados a encontrar resposta para os problemas que enfrentamos atualmente, com o aumento de doentes diagnosticados com insuficiência renal crónica», destaca por sua vez Aníbal Ferreira, presidente da SPN.

Estão abertas as candidaturas, até ao próximo dia 31 de dezembro, ao Prémio de Investigação Anadial – SPN, um galardão na área da Nefrologia, no valor de 10 mil euros, promovido pela Associação Nacional de Centros de Diálise (Anadial) e Sociedade Portuguesa de Nefrologia (SPN) 

O Prémio atribuído anualmente visa promover a realização de estudos clínicos e avaliações epidemiológicas na área da investigação em insuficiência renal crónica, com particular relevância para «a identificação de fatores de risco e intervenções preventivas da evolução da doença renal crónica».

Os promotores do Prémio lembram ainda que «Portugal tem uma das mais elevadas incidências da doença, com indicação para iniciar diálise, sem que exista uma explicação de carácter epidemiológico plausível».

Os interessados podem consultar o regulamento aqui.

19tm48q
29 de Novembro de 2019
1948Pub6f19tm48q

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 17.01.2020

Nova edição do curso «Introdução à realização e análise de estudos longitud...

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa), através do seu Departamento de Epidemiolo...

17.01.2020

Farmácias venderam 1300 autotestes para o VIH/SIDA nos primeiros três meses

<br /> 20tm03t– Univadis – 2265 c.<br /> 2003Pub6f20tm03t<br /> ET de J.A. a 190117.19.30h Foto:...

por Teresa Mendes | 17.01.2020

Abertas as candidaturas à Bolsa EP/Margarida Damasceno

A comissão organizadora dos Encontros da Primavera decidiu criar a Bolsa EP/Margarida Damasceno, uma...

por Teresa Mendes | 17.01.2020

Miguel Guimarães reeleito bastonário da OM com 93% dos votos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, foi reeleito esta quinta-feira para um seg...

por Teresa Mendes | 16.01.2020

Médicos dispõem apenas de 9 minutos diários por doente em metade das equipa...

Em metade das equipas de Cuidados Paliativos do país, os médicos apenas têm nove minutos ou menos po...

por Teresa Mendes | 16.01.2020

 Entregue petição para alargamento do acesso gratuito a dispositivos de PSC...

 Os Diabét1cos, um grupo de apoio a pessoas com diabetes, entregou esta terça-feira na Assembleia da...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.