Entre 2016 e 2018 foram introduzidos mais de 150 medicamentos inovadores

por Teresa Mendes | foto de "DR" | 03.12.2019

Fármacos destinam-se sobretudo às áreas da Oncologia, Cardiologia e Infeciologia
O acesso a novos medicamentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) «aumentou de modo significativo, com mais de 150 novos medicamentos introduzidos entre 2016 e 2018», informa o Infarmed.

Num comunicado divulgado esta segunda-feira, a Autoridade Nacional do Medicamento refere igualmente que concluiu, até ao final do passado mês de outubro, «a avaliação de financiamento pelo SNS a 384 processos de medicamentos». Destas avaliações, o Infarmed destaca «a introdução no arsenal terapêutico português de 65 novos medicamentos». 

A maior parte dos medicamentos inovadores financiados são de uso hospitalar, com particular enfoque para o tratamento de doenças oncológicas, anti-infeciosos e doenças cardiovasculares. 

O acesso a novos medicamentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) «aumentou de modo significativo, com mais de 150 novos medicamentos introduzidos entre 2016 e 2018», informa o Infarmed 

Comparativamente ao período homólogo, o comunicado assinala um «aumento significativo na conclusão de novas DCI/novas indicações ierapêuticas, para 104 em 2019». Foram ainda «concluídos 179 processos de medicamentos genéricos e de 87 novas apresentações de moléculas já presentes no mercado». 

O Infarmed salienta ainda a evolução do número de processos de medicamentos biossimilares concluídos, 11 em 2019, bem como «o esforço» no sentido de assegurar o acesso atempado aos novos medicamentos. 

De acordo com a Autoridade Nacional do Medicamento, os processos submetidos após 07/09/2017, data em que ocorreu uma alteração legislativa do SiNATS, incluindo nos prazos de avaliação, tiveram «um prazo de conclusão médio de 241 dias». Já o tempo médio de decisão para autorizações excecionais (AUE) foi de «oito dias úteis».

19tm49f
03 de Dezembro de 2019
1949Pub3f19tm49f

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 25.05.2020

Teste simples de sangue pode ajudar a prever a progressão da EM 

Um simples exame de sangue pode ajudar a prever quais as pessoas com esclerose múltipla (EM) que irã...

por Teresa Mendes | 22.05.2020

Publicadas as recomendações de cada especialidade para a retoma assistencia...

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) solicitou às direções dos colégios de especialidade a elabora...

22.05.2020

Exportações em saúde crescem 8,8% no primeiro trimestre do ano

As exportações em saúde atingiram os 377 milhões de euros no primeiro trimestre de 2020, o que se tr...

22.05.2020

Ordem dos Médicos contra voos com lotação completa a partir de junho

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) está conta a decisão, que diz ser «política», de voltar a ter...

por Teresa Mendes | 22.05.2020

Médicos e doentes alertam para impactos no agravamento da obesidade

Na véspera do Dia Nacional de Luta Contra a Obesidade, que se assinala amanhã, 23 de maio, especiali...

por Teresa Mendes | 21.05.2020

SICAD promove ciclo de videoconferências

No âmbito do ciclo de videoconferências dedicado a temas atuais na área dos comportamentos aditivos...

21.05.2020

Mais de 3200 profissionais de saúde infetados

Mais de 3200 profissionais de saúde já foram infetados com Covid-19, um terço dos quais são enfermei...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.