Médicos preocupados com o elevado consumo de benzodiazepinas

por Teresa Mendes | 16.12.2019

«Sem Mais Tempo a Perder: Saúde Mental em Portugal»
Em 2018, os portugueses compraram mais de 10 milhões de embalagens de ansiolíticos e quase nove milhões de embalagens de antidepressivos. O consumo destes últimos é o dobro do registado em países como a Holanda, Itália ou Eslováquia.

O relatório do Conselho Nacional de Saúde (CNS) dedicado à saúde mental, apresentado hoje na Assembleia da República, revela um aumento global do consumo de medicamentos estimulantes do sistema nervoso e de psicofármacos.
No documento, intitulado «Sem Mais Tempo a Perder: Saúde Mental em Portugal – Um Desafio para a Próxima Década», é observado que Portugal é o quinto país em 29 da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) que mais consome antidepressivos, «tendo uma taxa de consumo que é o dobro de países como a Holanda, a Itália ou a Eslováquia».

De facto, se o consumo de ansiolíticos apresenta uma tendência estável em Portugal desde 2014 - no ano passado foram compradas 10,5 milhões de embalagens - o mesmo não acontece com os antidepressivos cujo consumo regista «uma tendência crescente» nos últimos anos.

Esta é, aliás, a tendência dos restantes países da OCDE, onde o consumo duplicou entre 2000 e 2017, o que «pode refletir um melhor diagnóstico da depressão, melhor acesso a medicamentos ou ainda uma evolução das orientações clínicas para o tratamento da depressão», destaca o documento.

Mas, mesmo tendo em conta esta realidade, Portugal tem um dos maiores consumos de antidepressivos, estando em quinto lugar entre os 29 países da OCDE analisados.

O documento do CNS considera que são «particularmente preocupantes» em Portugal os dados do consumo de benzodiazepinas, medicamentos usados para a ansiedade que podem causar dependência com uso continuado.

São «particularmente preocupantes» em Portugal os dados do consumo de benzodiazepinas, alerta o relatório do CNS 

«As benzodiazepinas e análogos são apenas indicados para o controlo de curto prazo da ansiedade e insónia, podendo ter efeitos deletérios [nocivos] se mantidos de forma crónica», como possível adição e disfunção cognitiva, refere o relatório.
Dados de 2016 mostram que 1,9 milhões de utentes tiveram pelo menos uma prescrição de benzodiazepinas.

19tm51a
16 de Dezembro de 2019
1951Pub2f19tm51a

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.