Miguel Guimarães é o único candidato a bastonário da OM

por Teresa Mendes | 08.01.2020

Programa de candidatura inclui defesa de 50 causas 
O actual bastonário da Ordem dos Médicos (OM) vai recandidatar-se a um segundo mandato nas eleições para a OM para o triénio 2020/2022, que decorrem no próximo dia 16 de janeiro. Miguel Guimarães é o único candidato.

«Recandidato-me a bastonário para escutar, representar, honrar, defender e liderar os médicos, na defesa dos doentes e da qualidade da Medicina e da Saúde», lê-se no seu programa de candidatura, publicado no site do organismo.

«A proposta que apresento ao escrutínio da classe médica é a síntese das perspetivas e ambições relativamente ao papel que a OM deve desempenhar, respondendo aos importantes desafios que se colocam à Medicina portuguesa e contribuindo para que a Ordem se aproxime das expectativas e necessidades dos seus associados», continua Miguel Guimarães.

No documento, o responsável assume como compromissos defender várias causas (no total são 50 assuntos enumerados), entre as quais «estender a Carreira médica aos setores privado e social», «defender a redução faseada das listas de utentes por médico de família», «diminuir a excessiva carga burocrática e as tarefas administrativas atribuídas aos médicos», a defesa da «relação médico-doente como candidata a património cultural imaterial da Humanidade» ou «exigir ao Ministério da Saúde a integração das várias aplicações informáticas, simplificando processos, e o investimento em equipamentos».

«Recandidato-me a bastonário para escutar, representar, honrar, defender e liderar os médicos, na defesa dos doentes e da qualidade da Medicina e da Saúde», lê-se no seu programa de candidatura de Miguel Guimarães 

Para os conselhos regionais da OM, Carlos Cortes assume a recandidatura no Conselho Regional do Centro.
Também António Araújo renova a sua candidatura para o Conselho Regional do Norte.
Já no Conselho Regional do Sul surgem duas listas candidatas: a lista A, encabeçada por Paulo Valejo Coelho, e a lista M, do atual presidente Alexandre Valentim Lourenço, que se recandidata.

Todas as informações sobre o ato eleitoral e os candidatos aqui.

20tm02e
07 de Janeiro de 2020
2002Pub3f20tm02e

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

20.02.2020

Falta de médicos é «problema antigo», diz diretor clínico do HSM

O diretor clínico do Hospital de Santa Maria (HSM), Luís Pinheiro, disse esta quarta-feira aos deput...

por Teresa Mendes | 20.02.2020

Médicos defendem o fim da tortura e negligência médica a Julian Assange

Numa carta publicada no início desta semana na revista The Lancet, um grupo de médicos de 18 países...

por Teresa Mendes | 20.02.2020

 «Farmacovigilância – partilha de responsabilidade»

 No próximo dia 5 de março, o Infarmed promove uma sessão de Manhãs Informativas dedicada ao tema «F...

por Teresa Mendes | 20.02.2020

Calendário de visitas ao património cultural do CHULC

O Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC) divulgou o calendário das visitas guiada...

por Teresa Mendes | 19.02.2020

Prevalência da demência em Portugal mais do que duplicará até 2050

O número de pessoas com demência em Portugal em 2050 irá atingir os 3,82% da população, o que será m...

por Teresa Mendes | 19.02.2020

 Todos os países do mundo estão a falhar proteção da saúde das crianças

Não há nenhum país do mundo que esteja a proteger de forma adequada a saúde das crianças, o seu ambi...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.