Novo coronavírus passa a chamar-se Covid-19

por Teresa Mendes | foto de "DR" www.who.int/news-room Getty | 12.02.2020

OMS prevê prazo de ano e meio para desenvolvimento de uma vacina
 A infeção provocada pelo novo coronavírus detetado na China passa a ter o nome oficial de Covid-19, decidiu nesta terça-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS), no primeiro de dois dias de reunião que junta 300 peritos de todo o mundo em Genebra, na Suíça.

Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a OMS optou por usar um nome fácil de pronunciar e que não remeta para uma localização geográfica específica, um animal ou grupo de pessoas para evitar estigmatizações.

O nome nasce então do acrónimo em inglês da expressão «doença por coronavírus» (corona virus disease).

Em conferência de Imprensa, Tedros Adhanom Ghebreyesus salientou igualmente que a OMS estima que uma vacina contra o Covid-19 deva demorar cerca de um ano e meio a ser desenvolvida.

«A primeira vacina poderá estar pronta em 18 meses. Agora temos de nos preparar para usar as armas que temos ao nosso alcance para lutar contra este vírus», disse o responsável, que também adiantou aos jornalistas que o diretor-executivo da OMS para as Emergências em Saúde, Michael Ryan, vai liderar um gabinete de crise para coordenar a resposta contra a epidemia pelo atual coronavírus.

Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a OMS decidiu usar um nome que seja fácil de pronunciar e que não remeta para uma localização geográfica específica, um animal ou grupo de pessoas para evitar estigmatizações

Numa declaração escrita, o diretor-geral da OMS destaca que «aproveitar o poder da ciência é fundamental para controlar este surto». «Há respostas de que precisamos e ferramentas que temos de desenvolver o mais rapidamente possível. A OMS está a desempenhar um papel de coordenação, reunindo a comunidade científica para identificar prioridades de pesquisa e acelerar o progresso», lê-se no discurso.

A reunião, que junta investigadores, peritos e responsáveis de saúde, foi convocada pela OMS e tem como objetivo coordenar os esforços para encontrar respostas para a nova epidemia.

O novo coronavírus já provocou mais de 43 mil infetados e mais de mil mortos.

20tm07i
12 de Fevereiro de 2020
2007Pub4f20tm07i

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva» 

20zz29a – TM – 2603 c.<br /> <br /> SPMI cria «Prémio Pedro Marques da Silva em Risco Cardiovascul...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.