Exportações em Saúde atingem um máximo histórico de 1,5 mil milhões de euros

14.02.2020

Crescimento de 14,5% reforça o peso do setor da saúde na economia nacional
As exportações portuguesas em Saúde atingiram um novo recorde de cerca de 1,5 mil milhões de euros, o que significa um aumento de 14,5% em relação ao ano anterior, de acordo com dados da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), tendo como fonte o Instituto Nacional de Estatística (INE).
Estes dados «reforçam o peso do setor da saúde na economia nacional e refletem o esforço que tem sido feito pelas diferentes entidades no sentido de consolidar a presença de Portugal nos mercados externos», salienta um comunicado Health Cluster Portugal (HCP).

Salvador de Mello, presidente do HCP, «congratula-se com esta evolução positiva, que traduz o investimento persistente que tem vindo a ser feito pelas empresas nacionais na sua aposta de internacionalização e está em linha com o pacto de competitividade e internacionalização para a Saúde, assinado no ano passado entre o Ministério da Economia e o HCP».

 Estes dados «reforçam o peso do setor da saúde na economia nacional e refletem o esforço que tem sido feito pelas diferentes entidades no sentido de consolidar a presença de Portugal nos mercados externos», salienta o Health Cluster Portugal

Segundo o responsável, «este pacto é um importante instrumento para a concretização dos objetivos estratégicos do HCP», que definiu, até 2025, ultrapassar os 2,5 mil milhões de euros de exportações em saúde.

O HCP recorda que em Portugal «o setor da saúde representa um volume de negócios anual na ordem dos 30 mil milhões de euros e um valor acrescentado bruto de cerca de 9 mil milhões, envolvendo perto de 90 mil empresas e empregando quase 300 mil pessoas».

De acordo com a nota à Imprensa, neste valor de exportações estão incluídas a fabricação de produtos farmacêuticos de base, de preparações farmacêuticas, de equipamento de radiação e electromedicina e de instrumentos e material médico-cirúrgico.

20tm07t
14 de Fevereiro de 2020
2007Pub6f20tm07t

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Teresa Mendes | 31.03.2020

Financiamento do SNS «continua a ser insuficiente», diz TC

 O financiamento do Serviço Nacional de Saúde (SNS) «continua a ser insuficiente, suscitando um esfo...

por Teresa Mendes | 31.03.2020

 «Não há só Covid no Serviço Nacional de Saúde»

 A ministra da Saúde disse esta segunda-feira que, desde início e até meados de março, a procura nas...

por Teresa Mendes | 31.03.2020

Já são mais de 200 os médicos infetados com Covid-19 em Portugal

O secretário de Estado da Saúde adiantou esta segunda-feira que há 853 profissionais de saúde, em Po...

por Teresa Mendes | 30.03.2020

 «Existe um pedido excessivo de análises de “rotina”» em Portugal

Um estudo liderado por seis investigadoras, publicado na mais recente edição da Acta Médica Portugue...

por Teresa Mendes | 30.03.2020

Pedido o reforço dos meios de proteção individual, dos testes e das condiçõ...

Oitenta profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e administradores hospitalares, pediram e...

por Teresa Mendes | 30.03.2020

Covid-19: Investigadores continuam sem acesso aos dados anonimizados em Por...

O Conselho de Escolas Médicas Portuguesas (CEMP) alerta que, apesar de o primeiro-ministro ter anunc...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.