Covid-19: Hospital de São João começou a fazer testes rápidos de diagnóstico

por Teresa Mendes | 23.04.2020

Rastreios têm «disponibilidade limitada»
 O Hospital de São João, no Porto, começou a fazer testes moleculares rápidos (cerca de 50 minutos) de diagnóstico à infeção por Covid-19, num esquema de «disponibilidade limitada» e por prioridades definidas, revelou esta quarta-feira o Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ).

O Serviço de Patologia Clínica do CHUSJ iniciou na terça-feira a realização de testes «de biologia molecular para o diagnóstico da infeção pelo SARS-CoV-2, que possuem um tempo de execução significativamente mais rápido» do que «o teste clássico», estando em causa «cerca de 50 minutos, a acrescer ao tempo de colheita, transporte, processamento da amostra e validação do resultado», explica o comunicado, divulgado pelo Portal do SNS.

Este teste rápido vai ser usado nos doentes dos serviços de urgência (adultos, Pediatria ou Obstetrícia/Ginecologia) que «necessitem de procedimento urgente» ou que tenham «suspeita de infeção» por Covid e «critérios de internamento», bem como, quando se justifique a «doentes internados em que surja a suspeita» de infeção pelo novo coronavírus.

Este teste rápido vai ser usado nos doentes dos serviços de urgência que «necessitem de procedimento urgente» ou que tenham «suspeita de infeção» por Covid e «critérios de internamento», bem como, quando se justifique a «doentes internados em que surja a suspeita» de infeção pelo novo coronavírus

«A disponibilidade destes testes é de momento limitada, pelo que importa, neste contexto, definir prioridades para o seu uso», justifica o CHUSJ.

Foram definidas como «situações em que será́ utilizado o teste molecular rápido de diagnóstico» os casos de doentes do Serviço de Urgência «a necessitar de procedimento urgente (potencialmente gerador de aerossol) em que seja clinicamente aceitável aguardar o tempo expetável de realização do teste».

Exemplos disso são, de acordo com o CHUSJ, casos de «cirurgia com anestesia geral ou loco-regional, endoscopia digestiva, broncofibroscopia, mulher em trabalho de parto, entre outros».

«Em situações em que não seja possível esperar pelo resultado do teste, o procedimento será́ realizado com EPI [Equipamento de Proteção Individual] adequado ao risco clínico, de acordo com as recomendações da UPCIRA [Unidade Prevenção e Controlo da Infeção e Resistência aos Antimicrobianos]», acrescenta o Centro Hospitalar. No caso dos testes rápidos usados para diagnosticar doentes do Serviço de Urgência (adultos, Pediatria, Obstetrícia/Ginecologia) «com suspeita de infeção por SARS-CoV-2 e critérios de internamento», o hospital explica que a intenção é «evitar o internamento em coorte [grupo de pessoas] de suspeitos (medicina intensiva ou enfermaria)».

Os rastreios rápidos vão também ser aplicados a doentes internados «em que surja a suspeita de Covid-19» e se «justifique a realização de teste diagnóstico de forma a minimizar o tempo de isolamento de contacto e de gotícula» num «ambiente onde se encontram doentes sem infeção por SARS-CoV-2».       

20tm17o
23 de Abril de 2020
2017Pub5f20tm17o     

Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

 Impacto da COVID-19 nos Sistemas de Saúde dos PALOP 

 «Conhecer, Organizar, Vencer, Investigar e Diagnosticar» é o lema do ciclo de WebSeminars, organiza...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Zózimo Zorrinho | 01.07.2020

Ministra da Saúde reconhece limitações na área da Saúde  Pública

A ministra da Saúde reconheceu esta quarta-feira limitações na área da saúde pública na Região de Li...

por Zózimo Zorrinho | 01.07.2020

​ Candidaturas ao Prémio Saúde Sustentável 2020 já estão abertas

Estão abertas, a partir de hoje, as candidaturas para a nona edição do Prémio Saúde Sustentável.  Es...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Estudo mostra em humanos como as células adiposas humanas são afetadas pela...

O conhecimento da forma como o tecido adiposo humano é afetado pela idade tem sido definido por nume...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Médicos de saúde pública defendem contratação «urgente» de mais profissiona...

O presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública (ANMSP) defendeu esta quinta-feira...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.