SPAVC publica orientações para profissionais ligados ao tratamento do AVC

por Teresa Mendes | 24.04.2020

Objetivo é garantir «os devidos cuidados» aos doentes durante a pandemia
 A Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) publicou orientações para os profissionais de saúde ligados ao tratamento do AVC, de forma a que sejam garantidos «os devidos cuidados» aos doentes durante a pandemia de Covid-19. Para aquela Sociedade, a situação está a ter «um impacto negativo no funcionamento da Via Verde para o AVC».

«O esforço de resposta à pandemia no Serviço Nacional de Saúde está a ter, na ótica da SPAVC, um impacto negativo no funcionamento da Via Verde para o AVC e na capacidade da população em diferenciar uma situação emergente, como é um AVC, de uma situação potencialmente urgente, como é a infeção por SARS-CoV-2», realçou esta quinta-feira a entidade em comunicado.

A SPAVC «mostra-se preocupada com o impacto potencialmente dramático que este facto terá nas taxas de mortalidade global do nosso país, bem como no estado funcional dos doentes com AVC», destaca a nota à Imprensa.

De acordo com aquela Sociedade, «mais de 60% dos profissionais de saúde envolvidos no tratamento de fase aguda do AVC reportaram limitações nos recursos humanos e/ou materiais nos cuidados prestados atualmente a estes doentes, de acordo com os resultados de um inquérito nacional aplicado pela SPAVC no início de abril de 2020».  

Os resultados apontam também para o facto de apenas 47% dos inquiridos ter referido que a totalidade dos doentes continuam a receber os cuidados agudos habituais. No caso dos cuidados pós-agudos, esse número decresce para 25% apenas. 

«O esforço de resposta à pandemia no Serviço Nacional de Saúde está a ter, na ótica da SPAVC, um impacto negativo no funcionamento da Via Verde para o AVC», alerta a Sociedade num comunicado

Ainda de acordo com o inquérito realizado, a maioria dos participantes (78,1%) acredita que «o cenário atual terá um impacto significativo nos resultados funcionais e nas taxas de recorrência dos doentes com AVC».

De salientar igualmente, no que se refere à proteção dos profissionais de saúde, que «mais de metade (53%) dos inquiridos sinalizou escassez ou necessidade de racionamento do uso de equipamentos de proteção individual».

Definidos 11 eixos de atuação prioritários

No conjunto de recomendações dirigidas aos hospitais, centros de tratamento de AVC (primários e compreensivos) e profissionais de saúde da área, são definidos 11 eixos de atuação prioritários para manter os cuidados prestados aos doentes, procurando, por um lado, «uniformizar o tratamento atual do AVC por todo o país naqueles que são os pontos essenciais a avaliar, mas com a flexibilidade necessária para que cada equipa possa adaptar os procedimentos à sua realidade local».
Entre eles, estão a manutenção do acesso e tratamento aos doentes com AVC aos cuidados médicos, a reorganização dos centros para assegurar o tratamento endovascular, a proteção dos médicos e a sensibilização da população.

O documento completo com as recomendações está disponível aqui.    
    
20tm17r
24 de Abril de 2020
2017Pub6f20tm17r
    
Publicada originalmente em www.univadis.pt

E AINDA

29.07.2020

Quer o Senhor Ministro formar mais médicos sem as condições adequadas que g...

A plataforma para a formação médica em Portugal  manifesta o seu desagrado e discordância com as dec...

por Zózimo Zorrinho | 16.07.2020

COVID-19: Testes revelam presença de anticorpos em apenas 1,5% dos membros...

«A testagem de 2571 membros da comunidade académica da Universidade de Lisboa (ULisboa), mostrou a p...

14.07.2020

«Cardiologia»,  uma colecção para profissionais de saúde

«Cardiologia»,  é o título genérico de uma colecção para profissionais de saúde, lançada na próxima...

por Zózimo Zorrinho | 13.07.2020

Recomendação da vacinação antipneumocócica pela SPEDM

«Foi com enorme satisfação que o Movimento Doentes Pela Vacinação (MOVA) recebeu a notícia da recome...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Médicos de saúde pública defendem contratação «urgente» de mais profissiona...

O presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública (ANMSP) defendeu esta quinta-feira...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.