Mais de metade dos doentes com cancro ficou por diagnosticar

por Teresa Mendes | 20.05.2020

Presidente da APMG lança alerta no Dia Mundial do Médico de Família
Mais de metade dos doentes com cancro ficou por diagnosticar na sequência do confinamento decretado pelo estado de emergência devido à pandemia de Covid-19.

Estes dados foram revelados esta terça feira pelo presidente da Associação dos Médicos de Família (APMGF).

No dia em que celebrou o Dia Mundial do Médico de Família, Rui Nogueira disse, numa entrevista à Renascença, que «o que mais preocupa os médicos de família nesta altura são os casos de cancro por diagnosticar».

«Estamos principalmente preocupados com a doença oncológica, os novos doentes de cancro. Como se sabe, é muitas vezes uma doença silenciosa, que carece de alguma – muita – destreza para diagnosticar, muita perspicácia dos médicos para pedir exames complementares, aprofundar exames, de modo a podermos diagnosticar.

Estamos a falar de cancro e o cancro não nos dá muita margem, muito tempo de espera», sublinhou o dirigente.
Pelas suas contas, «metade do habitual, talvez mais de metade do habitual» ficou por diagnosticar. «Este ano, tenho quatro doentes já diagnosticados com cancro de novo.

No dia em que celebrou o Dia Mundial do Médico de Família, Rui Nogueira refere que «o que mais preocupa os médicos de família nesta altura são os casos de cancro por diagnosticar» 

É uma média de um por mês», quando, habitualmente, «cada médico de família poderá diagnosticar entre 10 e 20 cancros de novo por ano», explicou o responsável, que conclui, por isso, que «durante dois meses, podemos estar a fazer uma diferença que pode chegar aos 10% a 20%, grosso modo. O que é muito, são muitos casos».

No topo das preocupações está o cancro do estômago e do intestino, que têm uma forte incidência em Portugal.

Nesta entrevista à Renascença, Rui Nogueira prevê que sejam necessários entre quatro e seis meses para reorganizar os serviços de saúde, entre consultas e exames e alerta ainda para a necessidade de fazer esta organização antes do próximo Outono.

«Temos de o fazer seguramente antes de outubro/novembro, quer porque é expectável que haja uma segunda onda – e, portanto, esta situação seria desastrosa se não tivéssemos recuperado o atraso – quer porque vamos entrar na fase de gripe sazonal e a gripe tem uma dimensão que é muitíssimo expressiva nas nossas unidades de saúde», sustentou o especialista.

Governo agradece «inestimável trabalho» dos médicos de família

Na conferência de imprensa diária sobre os números da pandemia de Covid-19, o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, fez questão de «saudar de forma especial os médicos de família portugueses».

«Se é verdade que nunca tivemos dúvidas sobre a sua importância e papel no combate a esta pandemia, ele tem sido ainda mais evidente, determinante e fundamental», destacou, a propósito do Dia Mundial do Médico de Família.

«Têm sido cruciais no acompanhamento de casos confirmados e suspeitos de Covid-19, através da plataforma “TraceCovid”, no acompanhamento do doente crónico e na adaptação às teleconsultas», sublinhou ainda o governante.

«Estão, efetivamente, na linha da frente – o lema escolhido para assinalar esta efeméride. Na linha da frente da defesa da saúde dos portugueses. Por isso, o nosso muito obrigado pelo seu inestimável trabalho», salientou.

20tm21k
20 de Maio de 2020
2021Pub4f20tm21k

Publicado previamente em  www.univadis.pt

E AINDA

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

 Impacto da COVID-19 nos Sistemas de Saúde dos PALOP 

 «Conhecer, Organizar, Vencer, Investigar e Diagnosticar» é o lema do ciclo de WebSeminars, organiza...

por Zózimo Zorrinho | 02.07.2020

Filme «Saúde Digestiva by SPG»

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) está a divulgar o filme «Saúde Digestiva by SPG».<b...

por Zózimo Zorrinho | 01.07.2020

Ministra da Saúde reconhece limitações na área da Saúde  Pública

A ministra da Saúde reconheceu esta quarta-feira limitações na área da saúde pública na Região de Li...

por Zózimo Zorrinho | 01.07.2020

​ Candidaturas ao Prémio Saúde Sustentável 2020 já estão abertas

Estão abertas, a partir de hoje, as candidaturas para a nona edição do Prémio Saúde Sustentável.  Es...

por Teresa Mendes | 30.06.2020

Miguel Pavão é o novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas 

 Miguel Pavão é novo bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), sucedendo a Orlando Monteiro d...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Estudo mostra em humanos como as células adiposas humanas são afetadas pela...

O conhecimento da forma como o tecido adiposo humano é afetado pela idade tem sido definido por nume...

por Teresa Mendes | 29.06.2020

Fnam teme colapso dos serviços de saúde durante previsível nova vaga de SAR...

A Federação Nacional dos Médicos (Fnam) está preocupada com a ausência de medidas concretas e urgent...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Portugal adquire dois milhões de vacinas contra a gripe

Portugal já garantiu a aquisição de dois milhões de vacinas contra a gripe, revelou esta quarta-feir...

por Teresa Mendes | 26.06.2020

Médicos de saúde pública defendem contratação «urgente» de mais profissiona...

O presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública (ANMSP) defendeu esta quinta-feira...

A reprodução total ou parcial deste site é proibida,
excepto se autorizada expressa e previamente pela Impremédica, Imprensa Médica, Lda.,
nos termos da legislação em vigor.